Cristiano Ronaldo teria desabafado com Zidane: "Me tratam como delinquente"

Vincent De Villiers
Junho 20, 2017

A informação de que Cristiano Ronaldo pediu para deixar o Real Madrid continua "pegando fogo" na Europa.

Enquanto o português não se pronuncia oficialmente e a informação não é confirmada oficialmente, os grandes clubes europeus observam a situação com muita atenção.

"Nós estamos acostumados a ser alvo de intensas especulações durante a janela de transferências. Mas agora, no caso de Cristiano Ronaldo, queremos esclarecer de uma vez por todas que este rumor não tem qualquer base e que deve ser remetido ao mundo da fantasia", declarou.

"Vou deixar o Real Madrid, já decidi".

Homem lança carro contra policiais na Champs-Elysées
O ministro lembrou que se tratou de "uma tentativa de atentado" e assegurou que a ameaça no país segue "muito elevada". No início de junho, um argelino agrediu com um martelo um policial em frente à Catedral de Notre Dame.

Na terça-feira, o Ministério Público de Madrid acusou o futebolista português de ter, de forma "consciente", criado uma sociedade para defraudar o fisco espanhol em 14,7 milhões de euros.

Porém, o português pode estar retornando para os Red Devils.

No fim-de-semana foi notícia que Florentino Pérez, o presidente do Real Madrid, pressionou as redacções de vários jornais para que não usem a camisola do clube espanhol nas notícias que associem Ronaldo à alegada fraude fiscal.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL