Homem lança carro contra policiais na Champs-Elysées

Patrice Gainsbourg
Junho 20, 2017

O motorista morreu no local.

O incidente teria ocorrido perto de um shopping na área e ninguém ficou ferido. Testemunhas disseram que um homem foi retirado do carro, em meio a uma fumaça amarela. De acordo com o ministro do Interior da França, Gérard Collomb, o motorista do veículo está morto. A agência de notícias France Presse, que cita fontes ligadas à polícia, diz que o suspeito carregava pistolas, um fuzil do tipo Kalashnikov e botijões de gás.

O autor do ataque não foi identificado pela polícia.

"Segundo o Le Monde", sua identidade ainda não foi revelada, mas sabe-se que ele nasceu em 1985 em Argenteuil, na região de Paris. O ministro lembrou que se tratou de "uma tentativa de atentado" e assegurou que a ameaça no país segue "muito elevada".

De acordo com o G1, as estações Champs-Élysées Clemenceau e Concorde tiveram que ser fechadas pela polícia por motivos de segurança.

Britain kicks off Brexit negotiations with EU
Yet Davis entered the talks representing a government in disarray. The EU said it was also looking for a good compromise.

Pelo Twitter, a polícia de Paris informou que a "situação está sob controle".

No início de junho, um argelino agrediu com um martelo um policial em frente à Catedral de Notre Dame.

O homem tentou atacar os agentes policiais na avenida Champs-Elysees, a poucos metros do Palácio do Eliseu, onde esta noite o presidente Emmanuel Macron oferecerá um jantar para o rei da Jordânia, Abdullah 2°. Em 13 de novembro de 2015, um comando extremista que jurou lealdade ao Estado Islâmico matou 130 pessoas em várias partes da capital francesa, no pior ataque em território francês.

Nas primeiras horas de segunda-feira em Londres, um homem atropelou um grupo de pedestres que deixava uma mesquita na região norte da cidade, deixando 10 feridos e um morto.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL