Ministério da Educação convocou a Fenprof para reunião

Patrice Gainsbourg
Junho 20, 2017

Ministro compromete-se com a realização de nova vinculação extraordinária já no próximo ano.

A hora da conferência de imprensa da Federação Nacional de Professores (Fenprof), que estava agendada para as 17h de hoje, foi adiada para o final da reunião de última hora agendada pelo gabinete do ministro.

No documento datado de dia 14 de junho, que resulta do "compromisso assumido nas reuniões com as estruturas sindicais de registar a calendarização das matérias objeto de discussão para as quais existe a garantia de concretização por parte do Ministério da Educação", a equipa de Tiago Brandão Rodrigues elenca já uma série dessas "matérias", avança o DN. A abertura do Governo para negociar com a estrutura sindical de professores poderá conduzir à suspensão da greve dos professores marcada para quarta-feira. O único ponto do documento verdadeiramente elogiado pelos sindicalistas. Apesar disso, o secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, pede uma reunião urgente com o ministério de Tiago Brandão Rodrigues para esta segunda-feira, dia em que mais de 260 mil alunos realizam provas de Português e Filosofia.

Crivella manterá cortes de verbas às escolas de samba
O dinheiro tirado do carnaval seria suficiente para atender apenas 3.611 crianças. A Riotur afirmou que vai tentar captar verba privada para o Carnaval .

O Ministério termina o seu "calendário de compromissos" indicando que se vai manter "disponível para diálogo com os parceiros, quer no quadro da implementação e operacionalização de novas medidas quer no quadro do esclarecimento de medidas implementadas".

Os compromissos pedidos pela Fenprof ao ministério dizem respeito a horários de trabalho, à vinculação laboral, à aposentação, à evolução das carreiras, à gestão das escolas e à "descentralização", segundo o comunidado.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL