Iceberg gigante se desprende de placa de gelo na Antártida

Eloi Lecerf
Julho 12, 2017

O enorme bloco de gelo que há meses se vem descolando da plataforma Larsen C, na Antártica Ocidental, entrou finalmente à deriva esta quarta-feira, produzindo um dos dez maiores icebergues alguma vez registados, com a dimensão de duas vezes o Luxemburgo, dez vezes a cidade de Madrid ou quatro vezes a Cidade do México.

"Ele pode permanecer inteiro, mas é mais provável que se quebre em fragmentos".

As partes do bloco que já se desprenderam começaram a deslocar-se para o mar e deixaram as outras "próximas do ponto de rutura", avisou então o cientista que monitoriza Larsen C, na Universidade de Swansea, no País de Gales, Adrian Luckman.

— Não temos indicação de links com as mudanças climáticas, mas o evento coloca a plataforma de gelo em posição muito vulnerável — destacou O'Leary.

Durante o inverno da Antártida, equipes de pesquisa, lideradas pela Universidade de Swansea e incluindo pesquisadores do British Antarctic Survey (BAS), monitoraram o progresso de uma fenda de gelo de 170 km de extensão na plataforma de gelo usando a Agência Espacial Européia (ESA) Copernicus Sentinel.

Varun Sandesh's Wife Took Sleeping Pills Because..
The rumours spread when the star wife returned from United States recently and took some sleeping pills due to jet lag. She also appeared on a television channel to clarify on the rumours. "We are doing great", she tweeted.

Segundo as estimativas, se todo o gelo da plataforma Larsen C derreter, o nível do mar aumentaria cerca de 10 centímetros. Apesar de a região estar longe de grandes rotas comerciais, ela faz parte do roteiro de cruzeiros que visitam a região a partir da América do Sul.

No ano de 2009, aproximadamente 150 passageiros e tripulantes tiveram que ser retirados do MTV Explorer que afundou após atingir um iceberg próximo da Península Antártida.

O iceberg, que será apelidado de "A68", prevê ser um dos 10 maiores icebergs já registrados.

Um icebergue, com cerca de seis mil quilómetros quadrados, desprendeu-se da Antártida. O recorde não foi instituído por não haver tecnologia de satélites à época para verificar o relatório.

Os cientistas já esperavam que o bloco se soltasse e acompanhavam o desenvolvimento da fenda há muitos anos, mas o processo se acelerou durante um período específico.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL