Morre 1ª mulher a ganhar 'Nobel da Matemática'

Eloi Lecerf
Julho 16, 2017

Apelidado de "Prêmio Nobel de Matemática", a Medalha Fields só é concedida a cada quatro anos entre dois e quatro matemáticos com menos de 40 anos.

Segundo a imprensa iraniana, Maryam Mirzakhani morreu "de cancro num hospital dos Estados Unidos".

"Uma luz foi apagada hoje. Isso rompe meu coração...ela se foi muito cedo", disse o amigo, o cientista da Nasa Firouz Naderi, publicado no Instagram. "Um génio? Sim. Mas também uma filha, mãe e esposa".

No ano passado, Maryam se tornou a primeira iraniana eleita para a Academia Nacional de Ciências dos EUA, como reconhecimento pelo "eminente e contínuo sucesso em investigação original".

'The Incredibles 2' picks up exactly where the original ended
Jackson is confirmed to return as Frozone, and the story promises to be expansive, with Bird introducing a variety of new heroes. In fact, Lasseter also broke that news at D23 - two whopping years ago, which is like three decades in toy years.

Ela recebeu a Medalha Fields em 2014, junto com o brasileiro Arthur Avila, por seus trabalhos sobre geometria complexa e sistemas dinâmicos.

"Apesar da natureza sumamente teórica de seu trabalho, tem aplicações em Física, Mecânica Quântica e em outras disciplinas fora da Matemática", destacou o jornal "Stanford News", da universidade homônima, situada na Califórnia, nos EUA.

Segundo o Impa, Maryam fez graduação em matemática na Sharif University of Technology em 1999 e doutorado na mesma área em Harvard, em 2004.

Ficou conhecida no cenário internacional da Matemática ainda adolescente, ao ganhar medalhas de ouro nas Olimpíadas Internacionais da Matemática em 1994 e em 1995.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL