Temer e DEM tentam atrair Doria para a disputa de 2018

Oceane Deschanel
Agosto 12, 2017

DEM e PMDB, que integram o núcleo duro de apoio ao governo Michel Temer, aproximaram-se do prefeito de São Paulo, João Doria, e sinalizaram com a possibilidade de lançá-lo candidato ao Planalto.

O convite foi feito para se caso o empresário não conseguir se candidatar pelo PSDB, até porque o mesmo afirmou que não deseja entrar em uma disputa nas prévias contra o governador Geraldo Alckmin, pelo fato de ter um grande afeto e considerá-lo um padrinho político, por isso, se Alckmin apresentar-se como pré-candidato à presidência da República, Doria não deve deixar a corrida presidencial, mas sim deixar o partido. Segundo o jornal Estado de S.Paulo, Temer disse ao prefeito que "as portas do PMDB estão abertas" para que ele dispute o Planalto.

"As portas do PMDB estão abertas", teria dito o presidente, pouco antes do evento em que Temer elogiou publicamente o prefeito da capital paulista, quando firmaram parceria para a criação do Parque Campo de Marte - um parque municipal que será construído em parte da área do aeroporto de mesmo nome, na zona norte da capital. Isso significaria uma batalha interna com seu padrinho político, uma vez que Alckmin fala abertamente em disputar a Presidência no ano que vem. Porém, cada vez mais ele tem adotado discursos e agendas de quem pretende concorrer.

Utah State announces remainder of 2018 non-conference schedule
Three seasons later, Utah State will travel to play New Mexico State at Aggie Memorial Stadium in Las Cruces on November 6, 2021. In the first game of the series, Utah State will host New Mexico State at Maverik Stadium in Logan on September 8, 2018.

Ainda de acordo com a publicação desta sexta-feira, o DEM também estaria de portas abertas para o prefeito, caso ele não seja o candidato do PSDB.

Saída descartada. A possibilidade de deixar o PSDB também é rechaçada por Doria. "PMDB e DEM são parte da nossa base em São Paulo", disse. De acordo com o texto, João Doria recebeu convites do PMDB e do DEM para ser um candidato presidenciável em 2018. Para não perder espaço, o governador vai intensificar a agenda de viagens pelo Brasil e as conversas partidárias.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL