Luis Fabiano destaca reação do Vasco em retorno ao time após empate

Vincent De Villiers
Agosto 14, 2017

Vasco e Palmeiras fazem o duelo de duas equipes que não obtiveram o êxito esperado no ano de 2017 e tentam ao menos salvar a temporada com uma vaga na Libertadores. Mesmo se mantendo no G4 com 33 pontos, o time alviverde pode ver Santos e Grêmio se distanciarem. O time carioca ocupa o 12º lugar, com 25 pontos, e se aproxima perigosamente da zona de rebaixamento. Com apenas três chances reais de gol, as duas equipes pouco produziram e Róger Guedes e Paulinho desperdiçaram as principais oportunidades. Na etapa final, o peruano levou o segundo cartão amarelo e acabou sendo expulso, deixando o Fla com um a menos. Após cruzamento de Jean, os zagueiros cruzmaltinos estavam mal posicionados e o meio-campista venezuelano apareceu sozinho para marcar e abrir o placar. Engano do Palmeiras. O time falhou na marcação de um escanteio e Manga Escobar completou de carrinho, aos 42 minutos, para igualar e dar ao jogo um pouco mais de imprevisibilidade. Além de Fernnado Prass, as novidades foram ficaram por conta de Michel Bastos na lateral-esquerda e Jean voltando a atuar na lateral direita (o polivalente vinha jogando na meia nas últimas partidas). Prass não achou nada, e a bola ficou para Manga Escobar empurrar para a rede.

"A gente sabe que a gente deixou a desejar na largada do Brasileiro".

No primeiro minuto do segundo tempo, o Vasco teve mais um gol anulado. "Nosso objetivo é o G-4", disse o palmeirense Róger Guedes depois do jogo.

Cam Newton resumes throwing at practice
Carolina is wisely being cautious with Newton, who's coming off surgery in late March to fix a partially torn rotator cuff. As long as we don't have a setback, which we don't anticipate, we certainly feel good about where we are right now.

Vasco e Palmeiras começaram o segundo turno do Campeonato Brasileiro com um gosto amargo. A partida terá início às 16h (horário de Brasília) e acontecerá no Raulino de Oliveira, estádio onde o Vasco vem mandando seus jogos recentemente. O treinador lembrou que o adversário também está precisando de um bom resultado, em virtude da eliminação na Copa Libertadores, o que tornará a partida mais difícil. Ele invadiu a grande área e bateu forte.

Antes do intervalo, foi a vez de o Vasco perder uma chance incrível. "Ganhamos presença de área, uma finalização", comentou. Vasco e Palmeiras erraram passes, não criaram e deram motivos de sobra para quem viu o jogo buscar outra distração mais interessante em vez de olhar para o campo e presenciar o futebol ruim.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL