Rebelião em prisão na Venezuela deixa ao menos 36 mortos

Patrice Gainsbourg
Agosto 17, 2017

Segundo Ministério Público, 14 agentes ficaram feridos.Ao menos 37 pessoas morreram durante uma rebelião no Centro de Detenção Penal do Amazonas, localizada na cidade de Puerto Ayacucho, no sul da Venezuela, afirmou o Ministério Público do país nesta quarta-feira (16/08). Pelo menos seis policiais teriam ficado feridos nos confrontos.

Em declarações à Reuters, Guarulla considerou que "houve um massacre" acrescentando que "a morgue está totalmente sobrecarregada" e que a operação foi levada a cabo durante a noite na capital do estado, Puerto Ayacucho. "As forças especiais entraram no local por volta da meia-noite e durante a noite ouvimos tiros e explosões", afirmou Guarulla.

O procurador-geral revelou que já designou dois procuradores para liderarem "o inquérito sobre a morte de 37 pessoas durante um motim no centro de detenção judiciário das Amazonas".

"O governo entrou e tentou retomar controle da prisão".

Why Chris Hemsworth was shaken after meeting Chris Pratt
The first time I really met Chris Pratt-and went on set with him and the Guardians-I was weirdly shaken. "I don't know why". Really, that's the story you're gonna tell?' 'And you're like, S-t, I'm not going to get away with anything with this lady.

Segundo duas organizações defensoras dos direitos humanos, foram mortos 37 dos 105 reclusos que se encontravam detidos na cadeia.

A informação foi confirmada à Associated Press por um funcionário do Ministério Público venezuelano, que não deu mais detalhes.

A Venezuela tem cerca de 30 prisões, muitos dos quais sofrem superlotação e são dominados por quadrilhas que traficam armas e drogas.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL