Emanuel, prefeita e deputado são filmados recebendo dinheiro

Patrice Gainsbourg
Agosto 25, 2017

O acordo de delação premiada de Silval foi homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no início deste mês.

O ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa (PMDB) entregou à Procuradoria-Geral da República, como forma de corroboração à sua delação premiada, vídeos que mostram políticos do Estado recebendo maços de dinheiro.

Como já é de prática, todo grande caso repercutido em nível nacional ganha 'memes', termo grego que significa imitação, bastante conhecido e utilizado no "mundo da internet", e com o atual prefeito de Cuiabá não foi diferente, onde rapidamente imagens e ilustrações montadas foram disparadas pelas redes sociais com intuito de chamar ainda mais atenção para o caso que já se mostra como o mais grave descoberto em Mato Grosso. O dinheiro, conforme relato do ex-governador, era proveniente de esquemas de propina no Estado. Ele, em seguida, se agacha e junta os maços de dinheiro.

As gravações foram feitas, segundo Barbosa, pelo chefe de gabinete de seu governo, Silvio Cezar. O também ex-deputado J. Barreto coloca o dinheiro em uma pasta de couro.

Canada introduces agender option on passport
Our government is committed to better reflecting the gender identity and gender diversity of Canadians. The move would help Canadians have documents that "better reflect their gender identity", it said.

Nas imagens também aparece o deputado federal Ezequiel Fonseca, do PP, Partido Progressista, que recebeu dinheiro em uma caixa de papelão. Já a atual prefeita de Juara, Luciane Bezerra (PSB), em uma bolsa. O ex-deputado estadual Alexandre César (PT) põe a quantia recebida em uma mochila.

Silval Barbosa também delatou o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, de quem foi vice.

Ela disse que deve esclarecer o fato no momento certo na Justiça.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, afirmou ao Jornal Nacional que não fez nada ilícito e que vai comprovar isso na Justiça. O deputado estadual Oscar Bezerra declarou que a mulher dele, Luciane Bezerra, recebeu dinheiro para quitar dívidas de campanha eleitoral. Contou que pagou R$ 3 milhões a Blairo e o mesmo valor ao ex-secretário da Fazenda Éder Moraes para que se retratasse em um depoimento que o comprometia. Segundo a reportagem, o advogado de Silvio Cesar disse que não comentaria porque a delação está sob sigilo.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL