Menina desaparecida em França. Polícia deteve um homem

Judith Bessette
Setembro 1, 2017

Segundo avança o Le Parisien, o nome do homem, de 34 anos, suspeito de envolvimento no desaparecimento da lusodescendente Maëlys de Araújo, está registado nos ficheiros da Polícia Judiciária como autor de infrações sexuais ou violentas.

A promotora Dietlin Baudoin confirmou a colocação sob custódia deste homem mas afirmou que ainda era cedo para "tirar conclusões precipitadas".

Quatro dias depois de Maëlys de Araújo ter desaparecido, a polícia francesa continua investigando todas as pistas.

As autoridades aumentaram a área de buscas para oeste e para sul da localidade de Pont-de-Beauvoisin, em Isère, onde a menina foi vista pela última vez.

Recorde-se que Maëlys de Araújo, lusodescendente mas de nacionalidade francesa, desapareceu durante uma festa de casamento, na madrugada de domingo, em Pont-de-Beauvoisin, região de Auvergne-Rhône-Alpes.

Rummenigge confirma saída de Renato para o Swansea "para poder jogar"
Segunda a revista, o Swansea vai desembolsar cerca de 8,5 milhões de euros para garantir a promessa portuguesa. Internacional português vai jogar em Inglaterra na próxima época.

A procuradora de Bourgoin-Jallieu já havia anunciado na segunda-feira a abertura de uma investigação de rapto após o desaparecimento de Maëlys de Araújo. Além disso, as autoridades interrogaram todas as pessoas presentes na festa.

No dia 27 de agosto, por volta das 03:00 (02:00 em Lisboa), os pais descobriram que Maëlys não estava no salão de festas e nem nas proximidades de onde se realizava a festa do casamento.

Os interrogatórios aos vários convidados da festa de casamento, mais de 200 pessoas, foram realizados pelas autoridades policiais. Por meio das redes sociais, a polícia fez uma apelo para tentar obter informações da menina de origem portuguesa.

O caso está a ser conduzido pelo departamento de investigações de Grenoble, apoiado pela brigada de investigações de Tour-du-Pin e pela brigada territorial de Pont-de-Bonvoisin.

Descarregue a nossa App gratuita.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL