Aplicativo do Google encontrará vagas para você estacionar o carro; como funcionará

Eloi Lecerf
Setembro 3, 2017

A novidade á bastante útil para quem busca outras informações, mas não pode deixar de visualizar a rota de viagem no Google Maps.

Vale lembrar, que a empresa está de olho em novos sistemas que visam facilitar a vida dos motoristas, inclusive, ela está testando mais uma ferramenta que permite a donos de aparelhos com Android procurar por vagas específicas próximas ao destino.

De momento o Google Maps ainda não será capaz de averiguar o quão caro será o estacionamento ou quantos lugares tem determinado parque de estacionamento, algo que já é possível averiguar com algumas Apps dedicadas ao estacionamento mesmo aqui, em Portugal e no restante continente europeu.

Como usar a nova função do Google Maps? Um recurso, anunciado pelo Google Maps, na última terça-feira (29), promete ajudar os motorista a encontrar o melhor local para isso.

Coreia do Norte adverte Japão sobre 'autodestruição iminente'
"Os EUA vêm conversando com a Coreia do Norte , e lhes pagando dinheiro de extorsão, há 25 anos", tuitou Trump, que na semana passada disse que o líder norte-coreano, Kim Jong Un, estava "começando a respeitar" os EUA.

O grau de dificuldade de estacionamento variará entre Limitado, Médio a Fácil, com base nas informações fornecidas pelas utilizadores nas respectivas cidades e localizações, para além de alguma aprendizagem da própria inteligência artificial da Google. Tanto para quem usa o app no Android quanto para quem o tem no iPhone.

Basta abrir a aplicação do Google Maps no seu telemóvel e escrever o destino para onde se dirige.

Estacionar o carro quando você vai ao centro da cidade ou em algum lugar bem movimentado as vezes se torna uma tarefa bem difícil, principalmente se você roda, roda e não faz ideia de ontem tem vagas. O serviço já está disponível em 25 cidades fora dos Estados Unidos, como Rio de Janeiro e São Paulo. Gostarias de poder usufruir desta funcionalidade em Portugal e / ou no Brasil?

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL