Coreia do Norte diz que EUA está 'pedindo por uma guerra'

Patrice Gainsbourg
Setembro 7, 2017

"Se a Coreia do Norte não cessar as suas provocações podemos depararmo-nos com uma situação imprevisível", alertou Moon Jae-in, citado pelos meios de comunicação locais, antes de uma reunião com o Presidente russo, Vladimir Putin, durante o Fórum Económico do Oriente, que decorre em Vladivostok, na Rússia.

"Se não travarmos as provocações da Coreia do Norte agora, pode tornar-se uma situação incontrolável", afirmou Moon, que se reúne com Putin esta quarta-feira.

O vice-ministro chama a reflectir sobre qual é o objetivo das sanções aplicadas à Coreia do Norte.

O embaixador japonês, Nobushike Takmizawa, disse que a ação da Coreia do Norte é totalmente inaceitável e fez um apelo ao Conselho de Segurança das Nações Unidas para adotar uma nova resolução que inclui medidas mais rigorosas.

Loterias sorteiam prêmios de R$ 157 milhões
O dinheiro também é suficiente para adquirir 27 imóveis no valor de R$ 3 milhões cada. Como nos demais concursos especiais, o prêmio principal não acumula.

Contudo, Han disse que pressão ou sanções sobre a Coreia do Norte nunca vão funcionar e que o país nunca colocará sua dissuasão nuclear na mesa de negócios.

O embargo de petróleo é uma das novas medidas propostas pelos membros do conselho, que já impôs ao país sanções destinadas a limitar a entrada de fundos potencialmente destinados ao desenvolvimento de armamento.

A Coreia do Norte divulgou comunicado em que afirma que irá responder do "próprio jeito" a qualquer nova sanção que possa ser imposta ao pais, após o último teste de míssil no domingo, considerado o mais forte já lançado pelo regime de Pyongyang.

Diante do quadro de tensão, o presidente dos Estados Unidos afirmou nas redes sociais nesta terça que já autorizou a venda de armas militares aos dois aliados asiáticos vizinhos da Coreia do Norte, Japão e Coreia do Sul, no entanto, Trump não especificou quais seriam as armas que estariam sendo vendidas aos dois paises.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL