Furacão Irma toca o extremo sul da Florida, nos EUA

Patrice Gainsbourg
Setembro 10, 2017

Entre quinta e sexta-feira, as rodovias estaduais tiveram engarrafamentos consideráveis, no que já é um êxodo sem precedentes de moradores e turistas que visitavam o sul da Flórida. O governador acha que este número vai "com certeza subir" e a Florida Power and Light, uma das principais fornecedoras de eletricidade, estima 3,4 millhões de clientes fiquem sem energia em determinado momento. "Esta é uma tempestade catastrófica, como nosso Estado nunca viu", disse Scott aos repórteres, acrescentando que os efeitos da tempestade serão sentidos de costa a costa.

Long advertiu a população, sobretudo, para que siga as ordens de evacuação emitidas pelas autoridades na Flórida. Durante uma conferência de imprensa este sábado, Rick Scott apelou para que a população abandone as suas casas o mais rapidamente possível. "Se receberam ordem para sair, devem sair agora. Você ainda tem tempo de sair".

Em Barracoa, primeiro bairro atingido pelo Irma, em Guantánamo, mais de 33 mil pessoas foram deslocadas, publicou o jornal estatal 'Granma'. "Vamos fazer tudo o que podermos, mas não o podemos fazer assim que a tempestade começar".

Em causa estão quatro prisões localizadas na 'Zona B' de mapa da previsão da passagem do furacão, uma das zonas onde foi ordenada a evacuação pelo mayor daquele condado. O projeto vai agora para a Câmara, onde será votado nesta sexta-feira (8) e deve ser aprovado com facilidade. A Florida Power & Light Company, que é também proprietária de centrais nucleares, informou que estas serão encerradas gradualmente e com antecedência perante o surgimento dos ventos.

Em Key West a situação é "extremamente perigosa e potencialmente letal", afirmou o Serviço Meteorológico Nacional (NWS).

Janot denuncia cúpula do PMDB por organização criminosa
Tais denúncias são fundamentadas apenas em delações - como veio a público recentemente - direcionadas e pouco confiáveis. Outra denúnciaEssa é a segunda denúncia de Janot contra políticos do PMDB em menos de duas semanas .

Segundo o último boletim do NHC, com sede em Miami, Irma pode girar para a direção noroeste no final do dia de hoje. À tarde, deverá seguir ao longo da costa sudoeste do estado.

Os EUA temem um grande impacto do Irma em Miami, poucos dias depois do furação Harvey destruir o estado do Texas. Até hotéis em Atlanta (a 2 mil quilómetros de Miami) ficaram lotados com pessoas que se refugiaram do furacão.

SÃO PAULO - (Atualizada às 15h42) Depois de devastar as ilhas de Barbuda, Saint Bartolomé e Saint Martin, no Caribe, o olho do Furacão Irma atingiu as ilhas Turks e Caicos - território britânico na região - na noite de quinta-feira (7).

Ao avaliar os estragos deixados pelo furacão, que agora se dirige para Florida, nos Estados Unidos, as autoridades cubanas registaram inundações em várias cidades e em campos agrícolas.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL