Mercado financeiro espera que inflação de 3,18% em 2017

Judith Bessette
Setembro 11, 2017

O Índice Nacional de Preços ao Conumidor Amplo (IPCA) esperado para o ano de 2017 foi registrado em 3,18% nessa sexta-feira (08).

Segundo o documento elaborado pelo Banco Central com estimativas de cerca de 100 analistas, a projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) neste ano subiu de 0,50% para 0,60%. A estimativa passou de 3,38% na semana passada, para 3,14% nesta segunda-feira (11), sendo essa a terceira redução consecutiva da estimativa da inflação.

Os números do Focus demonstram que o mercado financeiro espera que a inflação fique abaixo da Meta Central, que não é atingida pelo governo desde 2009. Em 2018, o crescimento deve ser de 2,10%, enquanto na semana passada os agentes de mercado esperavam uma alta de 2,0%. A meta oficial da inflação é de 4,5%, podendo ter intervalo de 3% e 6%. O Focus estipulou uma expectativa para o índice de 4,15%, contra os 4,18 % registrado no boletim anterior.

'It' de Stephen King esmaga recordes de bilheteira
Em Portugal, 'It' teve este fim de semana a primeira exibição no festival MotelX , com sessão esgotada e muitos elogios.

A projeção para a meta da taxa básica de Juros (Selic) também sofreu alteração para o período ao final de 2017, de acordo com a pesquisa. O levantamento indicou ainda que a mediana das projeções dos economistas para a Selic no fim de 2018 passou de 7,50% para 7,25% ao ano, ante 7,50% de um mês atrás.

A mediana das expectativas de câmbio também foi modificada, de R$ 3,25 para R$ 3,20 em 2017, e de R$ 3,35 para R$ 3,43 ao final de 2018.

Para 2018, os economistas também revisaram para cima a projeção de crescimento do PIB. Para o ano seguinte, a expectativa permaneceu em 2,30%.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL