Ex-preparador de Senna, Nuno Cobra é preso por abuso sexual

Patrice Gainsbourg
Setembro 13, 2017

A vítima foi uma mulher que se sentou ao lado de Cobra em um voo entre Curitiba e São Paulo em 2015. Ele foi condenado por violação sexual contra uma jovem de 21 anos, durante um voo, e teve prisão preventiva decretada pela juíza Raecler Baldresca depois que surgiu o depoimento de uma nova vítima, evidenciando que ele voltou a cometer o mesmo tipo de crime em agosto passado.

Após a nota, uma outra vítima se apresentou à procuradora Ana Carolina Previtalli Nascimento, do Ministério Público Federal, para contar que também havia sido vítima do profissional.

A juíza condenou Nuno Cobra a três anos e nove meses de prisão em regime inicial aberto e substituiu a pena para prestação de serviços à comunidade e à prestação pecuniária - pagamento mensal de um salário mínimo a entidade pública ou privada.

Já sobre o segundo caso de assédio, de uma jornalista de São Paulo que procurou o Ministério Público Federal de São Paulo em 5 de setembro para relatar a nova situação, que teria ocorrido dentro da redação de uma rádio em agosto, a Justiça Federal informou que remeterá a denúncia para a Polícia Civil de São Paulo, que deverá instaurar um inquérito para apurar a situação.

Nuno Cobra se formou na Escola de Educação Física de São Carlos e ficou famoso após cuidar da preparação física do piloto de Fórmula 1 Ayrton Senna, em 1983, já que, à época, nenhum piloto cuidava da saúde, mesmo com a rotina de treinos e corridas.

Mercedes-Benz will electrify its entire car lineup by 2022
Bernstein set a €85.00 ($101.19) target price on Daimler AG and gave the stock a buy rating in a report on Monday, June 19th. DZ Bank AG restated a "neutral" rating on shares of Daimler AG in a research note on Tuesday, August 29th.

De acordo com os autos, ao sentar-se ao lado, porém, Nuno Cobra aproveitou o momento da decolagem do avião para começar a agir.

Com base nos depoimentos da vítima e de testemunhas, Baldresca condenou Cobra pelo crime de violação sexual mediante fraude, previsto no artigo 215 do Código Penal.

Para a defesa, houve erro da magistrada ao determinar a prisão preventiva na mesma decisão que o condenou.

Como ocorreu em espaço aéreo, a ação ficou com a Justiça Federal. Com microfone desligado, ele pegou nas nádegas da vítima na hora de se despedir dela. Segundo relatos, Cobra disse ao colega de bancada da mulher que era assim que se abraçava uma pessoa. Além de Ayrton Senna, na década de 1990 ele foi instrutor dos pilotos Christian Fittipaldi, Rubens Barrichello, Mika Hakkinen, entre outros esportistas.

Na decolagem, ele passou a tocar os seios e pernas da mulher várias vezes e dizer que o formato do corpo dela despertava pontos energéticos que não sentia havia muito tempo. Após tentar se esquivar, ela acionou a equipe de bordo. Para configurar estupro, deve haver violência ou grave ameaça para a prática do ato libidinoso.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL