Juncker deixa Portugal fora da Europa

Patrice Gainsbourg
Setembro 13, 2017

O discurso de Jean Claude Juncker no Parlamento Europeu procurou dar uma imagem positiva do desempenho económico da União Europeia nos últimos anos.

"Mesmo isto não é suficiente se queremos ganhar o coração dos europeus", sustentou, sublinhando a necessidade de dar novos passos concretos no processo de repensar o futuro da União Europeia, iniciado há cerca de um ano. Uma Europa com robustas fronteiras externas, como deve ser o caso, tem que ser "inclusiva", acrescentou.

Segundo Juncker, "há já um tempo considerável que a Turquia se tem afastado" dos valores europeus e, como tal, da UE. Uma outra ausência notada pela eurodeputada do Bloco é relativa à fiscalidade, "depois de todos os escândalos fiscais que ocorreram neste mandato, alguns dos quais ligados ao seu país, Juncker falou de fiscalidade como cão a passar por vinha vindimada", assinalou Marisa.

Okami HD é oficialmente anunciado para PS4, Xbox One e PC
Para isso, foram captadas diversas imagens dos jogadores e as suas maneiras de correr, driblar etc. Então, nada mais justo do que a AT Games contar tudo o que você vai encontrar na demonstração.

À esquerda, o comunista João Ferreira também deixa criticas a esta proposta de criação da figura de ministro das Finanças europeu e lança a hipótese de se realizar um referendo.

Apesar do conteúdo político reforçado desta mensagem de Juncker, o discurso ficou também marcado por uma das habituais gaffes do presidente da Comissão, quando afirmou que a Europa vai da Espanha até à Bulgária, nomeando Vigo como o ponto mais ocidental.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL