Corinthians decepciona e Ponte sofre na mão do Sport — SUL-AMERICANA

Vincent De Villiers
Setembro 14, 2017

Na noite desta quarta-feira (13), na Ilha do Retiro, os rubro-negros foram superiores à Ponte Preta no confronto de ida das oitavas de final e levaram a melhor depois de bater por 3 a 1, com gols de Ronaldo Alves, Rithely e André; Felipe Saraiva descontou para os alvinegros.

O gol no primeiro lance do jogo deu a tranquilidade que o Sport precisava para trabalhar a posse de bola.

Aos seis minutos, Mena cobrou escanteio na área, Diego Souza cabeceou no canto esquerdo e Aranha fez ótima defesa. A bola ainda bateu no peito do goleiro, mas entrou. Jogando na Ilha do Retiro, em Recife, o time de Vanderlei Luxemburgo não teve dificuldade para vencer a Ponte Preta por 3 a 1. Em contrapartida, Emerson Sheik foi poupado e não enfrentará o Sport. A Chapecoense tem a vantagem do empate com gols, enquanto um novo 0 a 0 leva a decisão para os pênaltis.

O segundo gol do time pernambucano saiu antes do intervalo, aos 43.

O Sport teve mais três oportunidades em sequência de aumentar o placar. E, quanto tinha que marcar, sofria para segurar as descidas pela esquerda, nas costas do Nino Paraíba. Raul Prata tentou cruzar na pequena área e a marcação interveio. Por fim, numa finalização de fora da área, a bola desviou em Luan Peres e explodiu na trave. Também livre, André só empurrou para o fundo das redes. Já a Ponte Preta contará com a força de sua torcida e terá que buscar uma vitória de 2 a 0 ou de três gols de diferença para avançar de forma direta ao torneio sul-americano. Com 37 minutos, Claudinho puxou o contra-ataque e lançou Felipe Saraiva, que tocou de primeira e diminuiu a vantagem pernambucana.

Justiça ordena apreensão de urnas de voto para referendo na Catalunha
O Ministério Público espanhol admitiu esta quarta-feira estar a investigar mais de 700 autarcas da Catalunha que estarão alegadamente a colaborar com o Governo regional para a realização do referendo de independência da região.

No sábado, às 21 horas, a Ponte Preta recebe o Atlético-GO no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Disposto a fazer um bom resultado dentro de casa, o Sport começou a pressionar a Ponte Preta desde os primeiros minutos, que não conseguia trocar passes.

SPORT: Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Durval e Sander; Patrick, Rithely e Diego Souza; Lenis (Rogério, aos 22/2ºT), Mena e André (Anselmo, aos 43/2ºT).

PONTE PRETA - Aranha; Nino Paraíba (Claudinho), Marllon, Luan Peres e Danilo Barcelos; Naldo, Fernando Bob e Elton (Renato Cajá); Felipe Saraiva, Lucca (Jeferson) e Léo Gamalho.

No segundo tempo, a pressão que o Sport havia imposto sobre a Ponte nos primeiros 45 minutos, se transformou em desespero para a equipe de Campinas.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL