Filipe Toledo avança às quartas de final em etapa de Trestles

Patrice Gainsbourg
Setembro 16, 2017

Não teve para ninguém na etapa de Trestles, Califórnia (EUA), do Mundial de Surfe.

Toledo dominou os 30 minutos da bateria contra Igarashi. Contra a novata Keely Andrew, a veterana manteve a invencibilidade e voltou a sentir o sabor da vitória. E o filme se repetiu: os dois surfistas se chocaram no começo da bateria e Filipinho foi punido com uma interferência.

"O título mundial definitivamente virou o meu objetivo agora e eu me sinto muito honrado por ter sido o único surfista a ganhar duas etapas este ano até o momento". Até o início da etapa californiana, diferentemente das outras sete temporadas, nenhum surfista havia conseguido o feito.

Benfica: Simão Sabrosa aceita cargo rejeitado por Nuno Gomes
O cargo era para Nuno Gomes, mas este declinou por considerar uma despromoção após ter sido diretor da academia do Seixal. O antigo internacional jogou no Benfica entre 2001 e 2007, antes de sair para o Atlético de Madrid.

O outro finalista saiu do confronto entre Jordy Smith e Adrian Buchan. Com duplo 8.93, a brasileira somou 17.86 pontos contra 16.30. Enquanto ainda comemorava, veio o troco do sul-africano, que recebeu nota 9 após ótima manobra. Apesar da ótima performance, os juízes deram 7.47 e o brasileiro parou nas quartas, ficando em quinto na prova. O sul-africano se classificou para a decisão ao soma 14,33 pontos contra 10,17 do australiano.

Buchan foi o primeiro a pegar uma onda, conseguindo logo um 8,77 e deixando a pressão toda com o brasileiro. O show da Tempestade Brasileira seguiu com mais suas notas acima de oito pontos (8,93 e 8,67).

Com a vitória, a brasileira, que já está garantida na elite de surfe em 2018 pelo ranking do WQS (divisão de acesso) em que é líder, a brasileira deve deixar a colocação da classificação do CT. Para chegar ao título, Silvana bateu grandes feras do surfe, como as campeãs mundiais Carissa Moore, do Havaí e a australiana Stephanie Gilmore.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL