Atlético-GO vence Ponte Preta em Campinas — Brasileirão

Vincent De Villiers
Setembro 17, 2017

Neste sábado (16), a partir das 21 horas, Ponte Preta e Atlético Goianiense se enfrentam em partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Assim como o técnico Gilson Kleina, João Paulo Sanches também não deixou pistas sobre a escalação titular. Já a Ponte Preta estaciona nos 28 pontos e segue apenas dois pontos acima da zona da degola. Pelo lado da Ponte Preta, a derrota ligou o pisca-alerta da equipe que pode conhecer a zona de rebaixamento, dependendo do resultado de seus rivais.

Com o resultado, o Atlético-GO chega a 22 pontos e diminui para cinco a diferença para o Coritiba –primeiro time fora do Z4. Em sua terceira partida consecutiva sem derrota pelo torneio nacional, o time goiano contou com um gol de Walter para vencer a Ponte Preta por 3 a 1, no Moisés Lucarelli. Autor do gol da vitória do Atlético-GO, o atacante não marcava desde o dia 15 de maio, na estreia do Brasileirão. Após levantamento na área, o goleiro Marcos rebateu nos pés do zagueiro Willian Alves e a bola ainda teria resvalado no atacante Léo Gamalho antes de entrar na meta. Bruno Pacheco cruzou em curva e Walter se antecipou a Danilo Barcelos para testar firme no canto direito de Aranha.

A Ponte Preta corria em busca do empate, mas de forma desordenada. O São Paulo, com 24 pontos, pega o Vitória às 16 horas deste domingo, no Barradão. A Ponte Preta enfrenta a Chapecoense (SC) na Arena Condá, enquanto o Atlético (GO) recebe o Cruzeiro (MG) no Olímpico Pedro Ludovico.

UE reforça sanções com novo endurecimento já em agenda — Coreia do Norte
Autoridades da Coreia do Sul e dos EUA estão analisando os detalhes do lançamento, segundo escritório das Forças Armadas em Seul. Pyongyang havia prometido na quarta (13) acelerar seus programas militares proibidos em resposta às "maléficas" sanções da ONU.

Superior ao time mandante durante o primeiro tempo, o Atlético-GO surpreendeu e conseguiu inaugurar o marcador aos 42 minutos. Marllon desviou e Lucca bateu para grande defesa de Marcos.

Experiente, Emerson Sheik foi recuado para o meio-campo, enquanto Lucca, Felipe Saraiva e Léo Gamalho formaram a linha ofensiva do time de Campinas. Novamente atrás do placar, a Ponte pressionava mais e no último lance de bola parada do jogo, Aranha subiu para ajudar a macaca, mas em contra-ataque mortal do Atlético, Walter tocou para Ronaldo que sem ângulo chutou de longe e fechou o resultado, Atlético 3 a 1 em Campinas. Ronaldo recebeu de Walter e, de longe, completou para as redes.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL