Cancelamentos da Ryanair podem obrigar a indemnização aos passageiros

Judith Bessette
Setembro 18, 2017

A Ryanair anunciou ontem que até ao fim de Outubro cancelará diariamente entre 40 e 50 voos como medida para 'recuperar' nível de pontualidade, mas na realidade para 'acomodar' as férias de tripulações antes do fim do ano, pois irá alterar o ano fiscal no sentido de coincidir com o ano de calendário.

O regulamento pode ser consultado aqui.

As queixas e dúvidas de passageiros não se fizeram esperar, com muitos a protestarem nas redes sociais que só foram avisados do cancelamento do voo na véspera. Esta onde de cancelamentos deverá, segundo a companhia aérea irlandesa, extender-se durante as próximas seis semanas, afetando milhares de passageiros. "Isto são justificações que em nada interessam ao consumidor, em termos de indemnização a que tem direito, e denotam a má conduta da companhia", defendeu Paulo Fonseca. Além disso, serão cancelados três voos com destino ao Porto, um a Lisboa e outro a Faro.

No site da companhia, pode ler-se que "uma lista completa de voos cancelados será publicada entre hoje (18 de setembro) e amanhã (19 setembro)". No caso da Ryanair, a compensação vai até aos 400 euros, explica Paulo Fonseca, uma vez que a companhia só voa para destinos europeus. Cerca de 50 frequências serão afetadas, por dia, até ao final do próximo mês, tal como anunciado.

Após encontrar 'time ideal', Atlético-MG tenta embalar contra o Avaí
Para enfrentar o Avaí, o técnico Rogério Micale terá à disposição a equipe que considera ideal para brigar por uma vaga no G6. Neste momento, o Avaí até conseguia criar chances, mas era o Galo quem chegava com perigo ao gol de Douglas.

A DECO questiona ainda o que tem feito o regulador da aviação, a ANAC - Autoridade Nacional da Aviação Civil, face ao "incumprimento do regulamento" comunitário, que gera responsabilidade contraordenacional, lembra a associação.

Os passageiros portugueses afetados estão a ter dificuldades em fazer chegar as suas reclamações à Ryanair, uma vez que são remetidos para a via inglesa da companhia.

Entre abril e junho deste ano, a Ryanair obteve lucros de 397 milhões de euros, mais 55% do que no mesmo período do ano passado, enquanto as receitas subiram 13% para 1.687 milhões de euros no mesmo período.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL