Maria se torna furacão e se dirige ao Caribe

Patrice Gainsbourg
Setembro 18, 2017

"De acordo com a previsão de sua trajetória, o olho do furacão Maria deve passar acima das Ilhas de Sotavento na segunda-feira à noite e terça-feira na extremidade nordeste do Mar do Caribe", afirmou o NHC.

O Centro Nacional de Furacão dos Estados Unidos em Miami disse neste sábado que o alerta de tempestade tropical foi emitido para a Costa Leste dos Estados Unidos e moradores da Carolina do Norte foram aconselhados a monitorar o progresso de José.

Os meteorologistas do NHC preveem um movimento com direção oeste-noroeste nas próximas 48 horas, acompanhado de uma redução de velocidade. Avisos de tempestade tropical foram dados para Santa Lúcia, Martinica, Barbados e São Vicente e Granadinas.

Tempestade Lee e Maria abaixo, acima, o furacão José.

São Paulo arranca vitória em Salvador mas fica na zona do rebaixamento
Aos 15 minutos, ele roubou a bola na direita, avançou e fez ótimo lançamento para Lucas Pratto na área. Em cobrança de falta frontal aos 45 minutos, Fillipe Soutto rolou para Uillian Correia soltar a bomba.

O furacão José, se encontra entre as Bermudas e a costa americana, os ventos gerados por José chegam a mais de 130 km/h.

Um segundo furacão, José, movia-se lentamente para o norte da sua posição atual no oceano Atlântico, a cerca de 535 km a sudeste do Cabo Hatteras, no estado americano de Carolina do Norte. O furacão, um dos mais poderosos já registrados no oceano Atlântico, levou consigo ventos de 298 km/h e matou ao menos 84 pessoas, mais da metade delas nas ilhas caribenhas.

Os governos desses países são acusados de demorar para enviar ajuda e reforços policiais para as ilhas, mergulhadas no caos e, por vezes, entregues a saques após o furacão, que deixou quarenta mortos no Caribe. O ator Robert de Niro, o empresário britânico Richard Branson, e Pippa Middleton - irmã da duquesa de Cambridge, Kate Middleton - estão entre as estrelas e milionários que perderam imóveis no Caribe. Além das chuvas intensas e dos fortes ventos essas regiões também deverão ser atingidas pela elevação do mar, o que deverá provocar alagamentos. De acordo com o governo local, 95% das propriedades da ilha, que tem 1,5 mil habitantes, foram devastadas pelo furacão.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL