Forte terremoto atinge a capital mexicana

Judith Bessette
Setembro 20, 2017

Luis Felipe Puente, chefe da agência de proteção civil do México, disse em sua conta no Twitter que não havia relatos imediatos de danos. Ao menos outras 11 pessoas morreram no Estado do Puebla, de acordo com o porta-voz do Departamento de Interior do Estado, Francisco Sanchez. O aeroporto da cidade suspendeu todas as operações.

O abalo provocou "imensos estragos, mas até agora não há notícia de vítimas portuguesas", adiantou à Lusa, por mensagem, o embaixador Jorge Roza de Oliveira.

O organismo geológico norte-americano the U.S. Geological Survey refere que o abalo teve epicentro na cidade de Atencingo, a cerca de 170 quilómetros da capital.

Vários prédios desabaram por causa do sismo no México.

Um antigo embaixador mexicano na China, Jorge Guajardo, partilhou um vídeo no Twitter captado no momento do abalo na capital mexicana.

Entretanto, as redes sociais estão servindo para dar uma ideia do que ocorreu no México, graças aos muitos vídeos que estão sendo compartilhados.

Veja os principais finais dos personagens de 'A Força do Querer'
Cometi crimes, perdi minha carreira de advogada, vi .vi todo mundo que eu conhecia virar as costas pra mim. Para surpresa de todos, a cativante Ritinha (Isis Valverde) não deve ficar com Zeca nem com Ruy (Fiuk).

Na capital mexicana residem mais de 21 milhões de pessoas.

Por mais irônico que pareça, durante a manhã desta terça-feira (19), foi realizado em Cidade do México um ato para marcar os 32 anos do último grande terremoto que atingiu o país, em 1985.

O presidente do México ativou o plano de emergência do país.

O Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa, enviou uma mensagem de pesar ao homólogo mexicano. "Estamos perante uma catástrofe natural que entristece todos", declarou António Costa, no final de uma reunião de chefes de Estado e de Governo da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), em Nova Iorque, na sede da missão do Brasil nas Nações Unidas.

Deus abençoe o povo da Cidade do México. "Estamos e estaremos convosco", escreveu Trump.

Em 7 de setembro passado, um terremoto de magnitude 8,1, o mais forte em um século no México, deixou 96 mortos e mais de 200 feridos no sul do país, especialmente nos estados de Oaxaca e Chiapas.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL