Polémica entre Neymar e Cavani quase terminou em confrontos

Vincent De Villiers
Setembro 21, 2017

Ambos vão ter de conviver em Paris, partindo o balneário, provavelmente não será ao meio por força do forte lóbi brasileiro que domina a equipa francesa, e provocando uma quebra de eficácia competitiva que será motivada pelo mau ambiente nos bastidores que sempre acaba por se reflectir no entrosamento em campo. "Vou conversar com os dois e dizer a minha opinião".

Assim as cenas como a de Daniel Alves não deixando Cavani pegar a bola para cobrar uma falta e a de Neymar pedindo para cobrar um novo pênalti são colocadas na conta do treinador. Tudo motivado pela discussão entre Neymar e Cavani durante a vitória sobre o Lyon, no fim de semana, por 2 a 0. De acordo com o jornal francês 'Le Parisien', Neymar, Cavani e o técnico Unai Emery estariam presentes. E o clube definiu que o uruguaio continuará como o cobrador oficial da equipe. No entanto, Neymar quer ser o melhor jogador do mundo e, agora que saiu da 'sombra' de Messi, ele não deseja sombra de outro jogador. "Dá pra ver que ele está se adaptando rapidamente", acrescentou Cavani sobre o incidente com o brasileiro. Foi a única vez no Campeonato Francês em que o uruguaio tocou mais bolas para o camisa 10 do que ao contrário.

Vazam imagens e preços dos novos Google Daydream View
Uma caneta, chamada Pixelbook Pen, deverá ser vendida por US$ 99, é sensível a pressão e promete não ter latência. Segundo este site, os modelos vão chamar-se Pixel 2 XL e devem estar disponíveis em branco ou em preto.

Nesta terça, o dono do clube, Nasser Al-Khelaifi, afirmou que não há qualquer problema entre os astros do ataque parisiense.

O "Sport", jornal espanhol com sede em Barcelona, escreve que Neymar exigiu que o PSG venda Cavani na reabertura do mercado de transferências, em Janeiro de 2018, ou no final da temporada, alegando que o seu relacionamento com o internacional uruguaio ficou irremediavelmente comprometido após o que sucedeu no decorrer do jogo frente ao Lyon, no domingo. Conforme o tabloide, os atacantes tiveram uma declaração no mínimo acalorada nos vestiários, e o zagueiro e capitão Thiago Silva teve que intervir, antes que os companheiros partissem para a agressão física. "Não há nada! Vocês da imprensa é que causam esses problemas".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL