Morre Charles Bradley, lenda do soul, aos 68 anos

Rebecca Barbier
Setembro 24, 2017

Charles Bradley, conhecido como Screaming Eagle of Soul, morreu aos 68 anos, em decorrência de um câncer no fígado. Lenda do Soul, ele se apresentaria no último dia 16 de setembro, no Palco Sunset, mas o show foi cancelado no dia 6 deste mês, quando a doença foi descoberta. Ele foi diagnosticado com um câncer no estômago no ano passado, mas conseguiu se recuperar.

É com o coração pesado que anunciamos o falecimento de Charles Bradley. Os substitutos foram os brasileiros Rael e Elza Soares.

A notícia foi dada pela página de Facebook oficial do artista.

Charles Bradley nasceu em Miami e passou a infância com a avó na Flórida. "Obrigado por seus pensamentos e orações durante este difícil período", diz a mensagem.

Irão testa com sucesso novo míssil balístico
Se ele não fizer isso, o Congresso tem 60 dias para decidir se deve reimpor sanções. A televisão difundiu imagens do lançamento de "Joramshahr" e do interior do míssil.

"O senhor Bradley estava muito grato pelo amor que recebeu dos fãs e esperamos que a sua mensagem de amor permaneça", pode ler-se na publicação, onde se pede que, em vez de flores, os admiradores façam doações a duas organizações. A sua carreira enquanto músico tinha começado tarde - em 2011, tinha ele 62 anos - com o álbum de estreia intitulado No Time for Dreaming.

A trajetória do cantor foi retratada no documentário Soul of America, premiado em 2012.

Bradley também ganhou fama por conta da série canadiana "Suits".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL