Saiba o que vai mudar no cartão de cidadão já em outubro

Judith Bessette
Setembro 28, 2017

Em vez dos 15 euros, a partir de segunda-feira as renovações do Cartão de Cidadão vão passar a custar 18 euros.

Qualquer cidadão português que já tenha completado 25 anos de idade só irá precisar de renovar o Cartão de Cidadão de 10 em 10 anos a partir de segunda-feira, revela uma portaria elaborada pelo Ministério da Modernização Administrativa e pelo Ministério da Justiça.

As alterações passarão a ter efeito em renovações e novas emissões do documento português de identificação.

As novas regras da renovação do Cartão de Cidadão foram publicadas esta quinta-feira.

A prática actual mantém-se para quem ainda não atingiu os 25 anos: terá de continuar a deslocar-se aos serviços administrativos de cinco em cinco anos.

Compra na bacia do Paraná visa gás natural, diz Parente
Questionado ainda sobre o impacto desses investimentos para o Estado do Rio de Janeiro, o diretor-geral se mostrou otimista. O bloco 346, localizado na franja do pré-sal, na Bacia de Campos, foi o mais disputado no leilão.

No caso de ser um pedido urgente, ou seja com entrega até 3 dias úteis, o preço é de 30 euros (para cartões com validade até cinco anos) e 33 euros para cartões com validade superior a cinco anos.

Há ainda a possibilidade de pedir o cartão para o mesmo dia útil ou para o dia útil seguinte: fica em 50 euros para menores de 25 anos e em 53 euros para cidadãos com 25 anos ou mais. Quem tiver 60 anos ou mais, pode fazer a revalidação online também mas "desde que o cartão de cidadão se encontre dentro do prazo de validade no momento do pedido".

As renovações via eletrónica só permitirão a alteração de apelidos ou morada e só estarão disponíveis a partir de 4 de dezembro. Renovações feitas pela via eletrónica beneficiam de um desconto de 10%.

Estes pedidos terão de ser feitos no Portal do Cidadão mediante adesão à chave móvel digital.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL