Seleção terá três mudanças para jogo contra Bolívia

Eloi Lecerf
Outubro 5, 2017

Fora a já conhecida altitude, a seleção brasileira terá outros obstáculos no ambiente de La Paz para a partida desta quinta-feira no estádio Hernando Siles, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Ao lado do técnico, ele comentou a escolha. Isso porque o Brasil costuma ter dificuldades para bater o rival devido à altitude do país. Os jogadores devem fazer uso do recurso no intervalo para recuperar o fôlego e minimizar possíveis dores de cabeça e mal-estar. De modo a diminuir os efeitos da altitude, os brasileiros passarão a noite na cidade e só seguem para La Paz, que fica a mais de 3.600 metros acima do nível do mar, momentos antes do duelo, já na quinta-feira (5). Casemiro será o capitão. "Pra mim é um orgulho imenso ser capitão da seleção brasileira".

Concorrência A minha resposta é simples e profissional. Punido por confusões no jogo contra o Chile, ele terá de dirigir o time das tribunas.

Neymar, cujo rendimento apesar de gols marcados ainda não é próximo de seu melhor no novo clube, conseguiu relaxar antes de seu primeiro dia de trabalhos na Granja Comary, marcado para esta segunda-feira.

Último trailer de Blade Runner 2049 traz diversas cenas inéditas
Enquanto Harrison Ford vai reprisar seu papel como Rick Deckard, a estrela Ryan Gosling assumirá o papel de protagonista. A descoberta o leva a uma busca por Rick Deckard ( Harrison Ford ), o ex-blade runner que está desaparecido há 30 anos.

Bolívia Sabemos que vai ser muito difícil, um jogo de trabalho, entrega e pressão da torcida rival. Eles precisam competir entre eles, mais têm que ser leais. O jogador do Real Madrid, de 25 anos, será o 12º capitão da era Tite, depois de Miranda, Daniel Alves, Neymar, Renato Augusto, Filipe Luís, Fernandinho, Robinho, Philippe Coutinho, Thiago Silva e Marcelo. Na primeira das sete visitas, em 1979, o Brasil enfrentou a Bolívia pela Copa América com uma programação bem estranha em comparação à atual.

Amigo leitor, seja bem-vindo à VAVEL Brasil. Arbitragem: Fernando Rapallini, auxiliado por Diego Bonfá e Gabriel Chade (todos da Argentina). O Marquinhos e o Miranda fizeram oito jogos juntos, mas o Thiago e Marquinhos tiveram meio jogo. tenho que preparar-los, porque não sei o que vai acontecer no futuro.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL