Todas as contas do Yahoo foram hackeadas em 2013

Judith Bessette
Outubro 5, 2017

Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O Yahoo tinha anunciado no último dia 14 de dezembro que hackers roubaram informações de mais de 1 bilhão de contas em um ataque realizado em agosto de 2013, um terço dos usuários da companhia. Agora, após uma análise forense de uma terceira entidade e à luz de novas informações, a empresa admite que todas as suas contas foram afetadas, o que transforma este caso num dos maiores de sempre.

Preocupado, o Yahoo voltou a enviar e-mails para os usuários que sabe terem sido afetados pela falha, solicitando a troca de senhas e a ativação de medidas de segurança. De acordo com a empresa, citada pela Reuters, a informação que foi roubada não incluiu palavras-passe em texto, dados de pagamentos com cartões nem informações de contas bancárias. "A empresa continua trabalhando em estreita colaboração com a polícia", disse em comunicado a unidade de internet da Verizon, conhecida como Oath. Os números evidenciam que o Yahoo foi vítima do maior ataque hacker da história. Mas uma violação divulgada recentemente pela agência de crédito Equifax é vista como potencialmente pior, devido à sensibilidade dos dados vazados.

O preço de compra caiu após as revelações de dois grandes vazamentos de dados.

Evento em direto: Revelação do Google Pixel 2 e Pixel 2 XL
Este é mais um passo numa expansão impressionante que a Google quer imprimir ao seu Google Assistant. O Pixel 2 e Pixel 2 XL irão ser revelados pela empresa num evento que se realiza hoje, às 17H00.

Em 2013, a Yahoo passou por um longo período de problemas, depois de ter sido conhecido que 500 milhões de contas no serviço poderiam ter sido comprometidas.

As autoridades canadenses prenderam neste ano Karim Baratov, um imigrante de 22 anos do Cazaquistão, após pedido dos EUA.

Os Estados Unidos afirmam que oficiais de inteligência da Rússia contrataram Baratov e outro hacker para fazer os ataques à Yahoo de 2014 a 2016.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL