IPCA fica em X em setembro, aponta IBGE

Eloi Lecerf
Outubro 6, 2017

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta sexta-feira (6) que em setembro, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo ( IPCA ) apresentou variação de 0,16% - resultado inferior aos 0,19% de agosto. Em agosto, o custo havia fechado em R$ 1.055,18.

No ano, o índice acumulou 1,78%, bem abaixo dos 5,51% em igual período do ano passado. Foi a menor alta acumulada para o período desde 1998 (1,42%).

Em relação aos últimos 12 meses, o IBGE apontou uma variação de 2,54% - superior aos 2,46% dos últimos 12 meses interiores.

Os alimentos e bebidas registraram a quinta queda consecutiva na pesquisa (-0,41%).

Microsoft atualiza Launcher e lança navegador Edge para Android e iOS
Vale lembrar que o ícone 'Continue no PC' também está presente no Microsoft Launcher , que foi lançado para o sistema do Google. Apesar de muito invocarem que isso seria um pesadelo, agora temos algumas más notícias: deixou de ser um rumor e é oficial.

As passagens aéreas saltaram 21,90% no mês, o equivalente a um impacto de 0,07 ponto porcentual sobre o IPCA. "A gasolina subiu menos que o mês passado, mas ainda assim subiu com força este mês, assim como o etanol", afirmou Gonçalves. Em setembro, a queda foi de 0,41%, com destaque para o consumo em casa, que teve retração de 0,74%. Essa queda teve influência de itens como o tomate (-11,01%), o alho (-10,42%), o feijão-carioca (-9,43%), a batata-inglesa (-8,06%) e o leite longa vida (-3,00%). Isso porque a conta da energia elétrica ficou em média 2,48 por cento mais barata devido à entrada em vigor da bandeira tarifária amarela no mês. Em agosto, a bandeira tarifária vigente era a vermelha, incidindo um adicional de 0,03 centavos a cada kWh consumido.

Já nos últimos 12 meses, o índice recuou para 1,63%, ficando abaixo do 1,73% nos 12 meses imediatamente anteriores.

"Inflação acumulada no ano é a mais baixa em 19 anos".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL