PF faz operações contra tráfico internacional de drogas

Patrice Gainsbourg
Outubro 10, 2017

As investigações demonstraram que as quadrilhas atuavam inserindo clandestinamente cargas de drogas em contêineres com mercadorias lícitas a serem exportadas.

Os investigados devem ser indiciados pelos crimes de tráfico e associação ao tráfico internacional de entorpecentes, bem como falsificação de documentos e uso de documentos falsos.

Cerca de 60 policiais federais e 10 auditores da Receita cumprem oito mandados de prisão preventiva, inclusive três servidores públicos, além de 12 mandados de de busca e apreensão nos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro e no Distrito Federal. As penas para tráfico podem chegar a 25 anos de prisão.

A ação está sob a responsabilidade da Polícia Federal de Santa Catarina, e a prisão dos suspeitos foi em cumprimento a dois mandados de prisão.

Verdadeiros, porém 'ideologicamente falsos', entenda — Recibos de Lula
Lula se encrencou nas investigações da Operação Lava Jato, sendo acusado de crimes de corrupção [VIDEO ] e lavagem de dinheiro. Também cita que deverá ser "esclarecido expressamente" que os originais existem e deverão ser depositados em secretaria.

A Operação Contentor foi iniciada pela Polícia Federal em Joinville no final do ano passado.

Além de João Pessoa, a Polícia Federal cumpriu mandados em Garuva (SC), Itapoá (SC), Joinville (SC), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Santos (SP), São Francisco do Sul (SC) e São Paulo (SP). Segundo a PF, a droga era comprada na fronteira do Brasil com a Bolívia e entrava no país em pequenos aviões, que pousavam no aero clube de São Francisco do Sul, em Santa Catarina. Em março de 2016, na cidade de Itajaí, foram apreendidos pela PF cerca de seis toneladas de cocaína em 12 ações diferentes, sendo seis no Brasil e as demais na Bélgica, França e Espanha. De lá, a droga era levada para chácaras para serem acondicionadas em grandes bolsas e, depois disso, inseridas em contêineres que sairiam pelo Porto de Itapoá. Os carregamentos da droga partiam do Complexo Portuário Itajaí Navegantes.

As ordens judiciais da Oceano Branco são cumpridas nos municípios de Itajaí, Balneário Camboriú, Navegantes, Itapema, Penha, Tijucas, Florianopolis, São Francisco do Sul, e Joinville.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL