Produção industrial cai em 6 locais pesquisados, mostra IBGE

Patrice Gainsbourg
Outubro 10, 2017

Em agosto, aliás, seis dos 14 estados pesquisados pelo IBGE apresentaram recuo, sendo os mais intensos registrados em São Paulo (-1,4%) e no Rio Grande do Sul (-1,4%). Também tiveram quedas menos intensas do que a média nacional Minas Gerais (-0,7%), Pará (-0,7%), Paraná (-0,4%) e Ceará (-0,1%). Já na soma dos resultados entre janeiro e agosto deste ano, o setor avançou 1,1%.

O resultado se deve pela alta de 25,1% na produção alimentícia, principalmente em fábricas de açúcar cristal, massas alimentícias secas e carnes de bovinos frescas ou refrigeradas. Nessa base de comparação, a produção do setor apresentou crescimento de 4% pela média nacional.

A produção industrial catarinense cresceu 5% em agosto na comparação com o mesmo período em 2016.

Marcelo reuniu-se com Santana Lopes à hora do almoço
"Falámos do sistema financeiro português", acrescentou o Presidente da República, já enquanto entrava no carro. Ainda não se sabe quando nem onde a candidatura será apresentada.

Pará (9,3%), Paraná (8,8%), Espírito Santo (7,8%), São Paulo (6,6%), Amazonas (5,3%), Santa Catarina (5%), Ceará (4,6%) e Bahia (4,6%) também anotaram taxas positivas mais acentuadas do que a média nacional de 4%.

Ao avaliar o resultado das duas regiões onde a indústria fechou negativamente (Rio Grande do Sul, com -2% e Rio de Janeiro, -1,8%), o IBGE atribuiu a queda, em grande parte, à pressão negativa vindo dos setores de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis, celulose, papel e produtos de papel, produtos alimentícios e máquinas e equipamentos - no caso do Rio Grande do Sul - e de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis e indústrias extrativas, no Rio de Janeiro. Em relação a julho, o índice ficou estável no Estado e no Brasil houve recuo de 0,6%, já considerando o ajuste sazonal.

Na relação entre julho e agosto, o cenário é menos favorável. "Essa queda acontece muito mais pelo patamar mais alto dos últimos meses".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL