Protesto de internautas faz Dove remover campanha racista e pedir desculpas

Rebecca Barbier
Outubro 10, 2017

O vídeo transmitido na página Facebook da Dove Estados Unidos foi ocultado depois de receber milhares de críticas. A chuva de críticas fez a empresa apagar o gif e se retratar nas redes sociais."Pedimos profundas e sinceras desculpas pela ofensa que o vídeo causou e não toleramos nenhuma atividade ou imagem que insulte qualquer público", dizia um trecho do texto publicado pela Dove.

Nas fotos, a marca mostra uma mulher negra que tira sua camiseta e se "revela" branca ao usar um dos seus sabonetes. As informações são do El País. O pedido de desculpas também foi veiculado via Twitter e Facebook.

Incêndios: Plano municipal de emergência ativado em Pampilhosa da Serra
Mais propriamente entre Castanheira da Serra e Cepos, de acordo com a página da Autoridade Nacional de Proteção Cívil. Mantém as seis frentes por dominar, por isso ainda vai dar muito trabalho aos "bombeiros".

Na sexta-feira, a maquilhadora norte-americana Naomi Blake, conhecida como Naythemua, publicou as imagens no Facebook com a legenda: "Estava a navegar no Facebook quando este anúncio da Dove me apareceu". Ela remove a segunda a camiseta e revela uma terceira mulher por baixo. Segundo o G1, na Bolsa de Valores de Londres, às 7h30 GMT (4h30 de Brasília), o preço da ação da Unilever caia ligeiramente 0,39% em um mercado estável.

Não é a primeira vez que Dove é envolvida em polêmicas que envolvem acusações do racismo. De resto, muitos utilizadores que se depararam com esta polémica recordaram uma campanha publicitária que também deu que falar em 2011. O anúncio sugeria que após usar um produto Dove a pele de uma mulher negra se tornava mais clara.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL