Protesto de internautas faz Dove remover campanha racista e pedir desculpas

Rebecca Barbier
Outubro 10, 2017

O vídeo transmitido na página Facebook da Dove Estados Unidos foi ocultado depois de receber milhares de críticas. A chuva de críticas fez a empresa apagar o gif e se retratar nas redes sociais."Pedimos profundas e sinceras desculpas pela ofensa que o vídeo causou e não toleramos nenhuma atividade ou imagem que insulte qualquer público", dizia um trecho do texto publicado pela Dove.

Nas fotos, a marca mostra uma mulher negra que tira sua camiseta e se "revela" branca ao usar um dos seus sabonetes. As informações são do El País. O pedido de desculpas também foi veiculado via Twitter e Facebook.

Roger é operado do rim com sucesso no Rio de Janeiro
Roger foi operado neste domingo, no hospital Samaritano da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Roger agora aguarda o resultado da biopsia para saber se o tumor do seu rim direito é benigno ou maligno .

Na sexta-feira, a maquilhadora norte-americana Naomi Blake, conhecida como Naythemua, publicou as imagens no Facebook com a legenda: "Estava a navegar no Facebook quando este anúncio da Dove me apareceu". Ela remove a segunda a camiseta e revela uma terceira mulher por baixo. Segundo o G1, na Bolsa de Valores de Londres, às 7h30 GMT (4h30 de Brasília), o preço da ação da Unilever caia ligeiramente 0,39% em um mercado estável.

Não é a primeira vez que Dove é envolvida em polêmicas que envolvem acusações do racismo. De resto, muitos utilizadores que se depararam com esta polémica recordaram uma campanha publicitária que também deu que falar em 2011. O anúncio sugeria que após usar um produto Dove a pele de uma mulher negra se tornava mais clara.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL