Mundial2018: Panamá garante apuramento inédito aos 89', EUA eliminados

Patrice Gainsbourg
Outubro 11, 2017

O resultado que sacramentou a eliminação dos norte-americanos foi a derrota por 2 a 1 para Trinidad e Tobado nesta terça-feira (10).

Leitura de parecer sobre segunda denúncia contra Temer deve ocorrer às 15h
A comissão se reunirá novamente para discutir o tema no dia 17 de outubro, data destinada aos debates. A base aliada se mobilizou na semana passada para manter o tucano na CCJ e na relatoria do caso.

Diante do já classificado México, Honduras fez um jogo repleto de gols e venceu o líder das Eliminatórias por 3 a 2 em casa, chegando aos 13 pontos, se garantindo na repescagem. Para garantir a classificação na Copa ou ao menos a repescagem, a equipe norte-americana precisava de um tropeço de Honduras ou Panamá. No quarto lugar das eliminatórias da Concacaf, os EUA estão fora do Mundial pela primeira vez desde 1990. Mas, com apenas 16 minutos de jogo contra a lanterna do hexagonal final, Omar González foi tentar o cruzamento baixo de Alvin Jones, mas acabou chutando para trás, encobriu Tim Howard e fez um gol contra. Pulisic descontou logo no primeiro minuto da segunda etapa, e os EUA foram para cima, mas não conseguiram o empate que garantiria a vaga na Rússia. O sofrimento dos torcedores locais durou até os 43 do segundo tempo. Pela primeira vez em sua história o Panamá vai a uma Copa do Mundo. Os mexicanos estiveram a ganhar por duas vezes, com golos de Peralta e Vela, a passes de Jimenez (Benfica) e Herrera (FC Porto), mas um autogolo de Ochoa e um golo de Quioto deram o triunfo aos hondurenhos.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL