Assista aos gols e aos melhores momentos — Botafogo x Chapecoense

Vincent De Villiers
Outubro 12, 2017

Nesta quarta-feira (11), o Botafogo entrou em campo no estado Nilton Santos para enfrentar a Chapecoense, em partida válida pela vigésima sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante, que se recupera da cirurgia de retirada de um tumor no rim, foi lembrado por Vinícius na coletiva após o treino desta quinta-feira e chamado de "paizão" pelo jovem de 22 anos.

- O futebol é muito dinâmico, temos que estar preparados. O Roger é um grande amigo, incentiva a todos e foi apenas um susto. Diz que acredita em mim. Artilheiro na base do Botafogo, Vinicius subiu aos profissionais com muita expectativa, mas acabou não tendo o mesmo rendimento. E jogando diante de sua torcida, o Botafogo conseguiu vencer para alegria dos botafoguenses que foram ao Engenhão.

Kaká não vai renovar com Orlando City e deixa futuro em aberto
Tive um desafio ao vir para cá e eu gostaria que os resultados tivessem sido diferentes. "O próximo para mim é esse momento". Vai ter que ser o Kaká de 2007, porque vai ser contratado para ser o cara - disse o apresentador no "Seleção SporTV".

- Eu, particularmente, confesso que não ouvi as vaias, nem críticas, nem os elogios. Ficamos muito felizes de saber que o tumor dele é benigno. Só com trabalho a torcida vai parar de vaiar. Tenho que fazer mais gols, não pode ficar só por aqui. Eu também me cobro. É ter a cabeça fria.

- Ele já marcou três gols desde que o Roger saiu. E o gol contra a Chapecoense já surtiu efeito.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL