Mbappé, Cavani e Neymar sobram na Champions

Vincent De Villiers
Outubro 19, 2017

E tinha mais: aos 43, 15 minutos depois de ter substituído Cavani, Di Maria ficou com a sobra de uma bola dividida por Neymar e Trebel e fez 4 a 0.

O resultado manteve o PSG com 100% de aproveitamento e na liderança do Grupo B, somando nove pontos após três jogos.

Depois de se dar mal no primeiro tempo relativamente equilibrado, o Anderlecht voltou menos animado para o segundo, embora continuasse abusando da marcação violenta, e levou o terceiro gol aos 20 minutos em falta sofrida e cobrada por Neymar com um chute rasteirinho enquanto a barreira subia aos céus para despencar no inferno.

Na próxima rodada, no dia 31 de outubro, o PSG poderá garantir matematicamente sua vaga no mata-mata da Champions em caso de outra vitória sobre o Anderlecht, desta vez em Paris. No mesmo dia, o Celtic recebe o Bayern de Munique.

Mbappé abriu o placar bem cedo. Logo aos três minutos do primeiro tempo, Verratti deu passe enfiado e o camisa 29 soltou a bomba. O Anderlecht mostrou ser um time valente e assumiu o controle das ações ofensivas na base da correria e da garra, pecando apenas na hora de finalizar.

Netflix pretende produzir 30 animes para 2018
Para já, continuamos com a nossa contagem decrescente para a estreia da segunda temporada de Stranger Things , é já dia 27! Este aumento na produção de conteúdo original veio colmatar a diminuição do número de conteúdos produzidos por terceiros.

Apesar de realizar um primeiro tempo aquém do talento que colocou em campo - e com Neymar muito bem marcado -, o PSG ampliou o placar no último lance antes do intervalo, novamente graças ao seu trio de ouro. Mas, de novo, Areola apareceu bem.

O atacante nigeriano do Anderlecht, sempre pela ponta esquerda, infernizou a vida de Daniel Alves, mas não conseguiu concluir as jogadas com a mesma eficiência. A bola saiu por cima do gol de Sels.

Logo, o PSG se restabeleceu e voltou a incomodar.

Nos primeiros 10 minutos, o PSG criou três chances de marcar. Mbappé, de cabeça, mandou a bola para a cabeçada fatal do artilheiro Cavani. Neymar teria colocado a cláusula por considerar que o clube se beneficiaria bastante por ter o melhor jogador do mundo no elenco. Recebendo o Celtic, a equipe bávara tratou de confirmar seu favoritismo e afastar qualquer possibilidade de fracasso no torneio continental ao conquistar uma contundente vitória na Alemanha por 3 a 0, gols de Muller, Kimmich e Hummels.

O segundo gol abalou o Anderlecht e deixou o PSG ainda mais tranquilo na etapa final.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL