Jornal espanhol corrige declaração de Lula com crítica a Dilma

Patrice Gainsbourg
Outubro 24, 2017

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse, em entrevista ao jornal espanhol "El Mundo", que a ex-presidente Dilma Rousseff "traiu seu eleitorado" ao promover o ajuste fiscal porque tinha prometido manter as despesas nas eleições de 2014. O trecho do áudio em que o ex-presidente fala dos erros do Governo Dilma foi disponibilizado pelo Instituto Lula.

Segundo o "El Mundo", Lula dissera: "O segundo erro veio quando a presidente anunciou o ajuste fiscal e traiu o eleitorado que a havia eleito em 2014, ao qual havíamos prometido que manteríamos os gastos". Dessa forma, começamos a perder credibilidade. "O ano de 2015 foi muito semelhante ao de 1999, quando Fernando Henrique Cardoso teve uma popularidade de 8% e o Brasil quebrou três vezes". Mas o presidente da Câmara era Michel Temer e ele o ajudou. "Nós tivemos o Eduardo Cunha, que se encarregou de rejeitar toda reforma que Dilma propunha", afirmou. O primeiro e maior equívoco, segundo o ex-presidente, foi o exagero nas políticas de exoneração das grandes empresas.

Lula disse ainda que não se arrependeu de não ter se candidato à Presidência em 2014 e expressou o desejo de voltar à disputa ao Planalto em 2018 a despeito da condenação, em primeira instância, na Operação Lava Jato. "Ela tinha direito de ser reeleita. O que acontece é que eu não sou o tipo de pessoa que se arrepende, temos que esperar e quero ser presidente novamente para mostrar ao mundo que o Brasil pode trabalhar", destacou.

Donald Trump liberará archivos secretos sobre el asesinato de John F. Kennedy
Kennedy en 1963, que han permanecido por décadas en secreto , alimentando variadas teorías conspirativas . Desde ese momento estarás informado de todo lo que pasa en Venezuela y el mundo.

Sobre o presidente americano, Donald Trump, que não se deve governar pelo Twitter. "Ele foi elegido democraticamente e os venezuelanos terão que resolver seus problemas entre eles", argumentou.

O político comentou, também, a delação de Antonio Palocci, dizendo que o único ponto verdadeiro de seu depoimento era a busca pelo "benefício da lei".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL