Engenheiro é demitido da Apple após filha publicar vídeo com iPhone X

Eloi Lecerf
Outubro 30, 2017

Um engenheiro da Apple foi despedido depois de a filha mostrar num vídeo publicado no YouTube imagens do iPhone X, que ainda não foi revelado ao mundo, mas que já esgotou na loja online da empresa norte-americana. Como é de praxe, os preços de problemas internos, na bateria ou conectores caracterizados por mau uso ou realizados após o fim da garantia foram fixados como metade do valor de um dispositivo novo, e a proporção foi mantida no iPhone X: substituir sua tela custará salgados US$ 279 enquanto outros reparos exigem uma taxa de violentos US$ 549, ou quase o valor de um outro smartphone de ponta não-Apple. Nos próximos 45 segundos, Peterson mostra várias telas no novo telefone e demonstra sua câmera.

Nas gravações é possível ver um aplicativo de códigos e notas QR exclusivo do empregado. No entanto, a filmagem é proibida no Campus da Apple.

Com a nova linha de iPhones não será diferente, mas é claro que as atenções se concentram em seu ultra premium iPhone X. O pai da youtuber tomou a responsabilidade pelo acontecimento e foi demitido pela empresa, segundo Brooke. A decisão da Apple resultou em uma tempestade do Twitter. Mas já era tarde demais, pois o conteúdo se espalhava rapidamente.

Polícia matou 4224 pessoas e teve 437 agentes mortos em 2016
Os recursos destinados ao Fundo Nacional de Segurança Pública caíram 30,8% e os do Fundo Nacional Antidrogas, 64,8%. Dessas mortes por intervenção policial na Paraíba, 16 foram da Polícia Militar e seis são da Polícia Civil em 2016.

O vídeo publicado no início da semana tornou-se viral e começou a ser partilhado por diferentes sites, dos mais especializados aos mais generalistas.

A Apple não gostou de ver filmagens do campus, algo que é explicitamente proibido, e menos ainda de ver que o iPhone X que o pai de Brooke tinha também aparecia no vídeo. A Apple pediu para que o vídeo fosse retirado do ar, mas as imagens já haviam se espalhado pela internet.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL