Kevin Spacey é acusado de assédio e assume homossexualidade

Rebecca Barbier
Outubro 30, 2017

O fantasma do abuso sexual está definitivamente solto em Hollywood.

O astro vencedor do Oscar foi acusado de assediar um parente de uma jornalista de televisão.

Oito horas depois da declaração feita ao "BuzzFeed News", no último domingo (29), Kevin Spacey se retratou em uma mensagem compartilhada em seu twitter.

Em meio ao escândalo envolvendo o ator Kevin Spacey, acusado de assédio sexual pelo ator Anthony Rapp, caso teria ocorrido em 1986, quando Rapp tinha 14 anos, a Netflix teria decido antecipar o fim da série House Of Cards, estrelada por Spacey, segundo o site especializado Deadline.

Ela colocou uma foto de Spacey no dia 13 de outubro com a mensagem: "O #weinsteinscandal me encorajou".

Segundo Rapp, o incidente aconteceu durante uma festa no apartamento de Spacey, na qual o garoto era a única pessoa menor de idade.

A reação de Spacey não demorou e o ator publicou um comunicado em seu perfil no Twitter, onde assegurava estar "horrorizado" pela história.

Multas para pedestres e ciclistas podem começar em 180 dias
Também quem atravessar vias dentro das áreas de cruzamento, exceto se houver sinalização para esse fim. Caso o autuado seja ciclista, informações como marca e modelo da bicicleta deverão ser anotadas.

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. "Espero que mais homens se apresentem", afirmou.

Kevin Spacey afirmou que não se lembra do que teria acontecido entre ele e Anthony Rapp [VIDEO].

Eu revelei a minha história, apoiado nos ombros das corajosos homens e mulheres que têm decidido falar. Eu amei e tive encontros românticos com homens, e agora escolhi viver como um homem gay.

"Quero lidar com isto de forma sincera e aberta e para isso tenho de analisar o meu próprio comportamento", justificou o ator.

Ele foi criticado por misturar suas desculpas com uma "saída do armário". "Ao fazer isso, você subvaloriza a natureza horrível da alegação e atrasa a comunidade LGBT+".

Apesar de tentar retratar-se da denúncia de Anthony Trapp, Kevin Spacey está a ser alvo de muitas críticas, por tentar desculpar um caso de assédio sexual com a sua orientação sexual.

"Tchau tchau, Spacey, adeus, agora é sua vez de chorar, é por isso que devemos dizer adeus", tuitou Rose McGowan, uma das primeiras atrizes a acusar Weinstein de estupro.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL