Governo reduz previsão do salário mínimo para 2018

Judith Bessette
Outubro 31, 2017

"O governo não tem liberdade para definir salário mínimo". Fixado inicialmente em R$ 969, ele sofreu redução de R$ 4 pelo governo federal. É preciso tomar cuidado para não dar incorretamente a informação de que o governo está fixando o salário mínimo.A previsão de receitas estimadas pelo governo para o ano que vem cresceu de R$ 1,19 trilhão para R$ 1,23 trilhão.

"Essa não é a cifra que está sendo definida, mas uma projeção para fins orçamentários".

"O salário-mínimo ele basicamente está definido por lei".

Na prática, o novo valor não representa alta real (acima da inflação). Isso ocorre devido à redução da previsão do INPC (Índice de Preços ao Consumidor) de 3,5% para 3,1%. Para 2017, a variação do INPC, estimada em abril pelo Banco Central, é de 4,48%; mas o PIB 2016 sofreu retração ante 2015, segurando o aumento do mínimo a patamares abaixo da inflação registrada no país.

Multas para pedestres e ciclistas podem começar em 180 dias
Também quem atravessar vias dentro das áreas de cruzamento, exceto se houver sinalização para esse fim. Caso o autuado seja ciclista, informações como marca e modelo da bicicleta deverão ser anotadas.

O Ministério do Planejamento espera economizar R$ 1,2 bilhão com a redução do mínimo. O crescimento da economia foi mantida em 2% (algo que economista Leda Paulani considera "impossível”)". O aumento foi em R$44,5 bilhões. Também com a intenção de enxugar despesas, a equipe econômica reviu a alíquota do Reintegra prevista para o ano que vem.Ao alterar a meta fiscal de 2018, o governo foi obrigado a rever também as projeções para o comportamento da dívida pública.

Em outubro, o governo já havia divulgado uma previsão para o salário mínimo de 2018.

O valor do orçamento passa a ser de R$3,569 trilhões sendo que R$3,5 trilhões são do Orçamento Fiscal e da Seguridade Social e R$ 68,8 bilhões do orçamento de investimento das empresas em que a União, direta ou indiretamente, detém a maioria do capital social com direito.

Com um rombo maior no ano que vem, o governo também conseguiu ampliar sua projeção para os gastos discricionários, onde estão concentrados os investimentos públicos.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL