Pagamento do décimo terceiro deve injetar R$ 200 bilhões na economia

Judith Bessette
Novembro 9, 2017

O valor previsto corresponde a cerca de 3,2% do PIB (Produto Interno Bruto) do país e foi divulgado ontem (8) pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). Esse montante é cerca de 0,3% superior àquele calculado para o ano de 2016 e representa em torno de 2,2% do PIB estadual. Vale destacar os segmentos de beneficiários mais importantes numericamente: empregados do setor formal, com redução de 3,9%, e aposentados e pensionistas do INSS, com variação de 0,9%. De acordo com o órgão, com relação a 2016 houve um aumento de 1,6%, ou seja, R$ 38.068.808,51 a mais. Há ainda um grupo de aposentados e pensionistas dos estados e municípios (regimes próprios) que também vai receber o 13º e que não pode ser quantificado. Os outros são beneficiários do Regime Geral da Previdência, que vão receber, em média, R$ 1.140,70.

Praticamente a metade do montante (49,4% do total) será destinada a trabalhadores nos estados da Região Sudeste, seguido pela Região Sul (16,2%), Nordeste (15,9%), Centro-Oeste (9%) e Norte (4,7%). O valor médio da remuneração é de R$ 1.736,48.

Dos trabalhadores que receberão o extra em 2017 no Estado, 52% estão inseridos no mercado formal (setor público, privado e emprego doméstico) e respondem por 62,6% do total de recursos, com rendimento médio de R$ 2.243,37.

PF investiga se Sérgio Cabral financiou dossiês contra Marcelo Bretas
De acordo com as investigações, um grupo ligado ao ex-governador passou a montar dossiês contra os investigadores. Nesta quarta-feira, o magistrado está ouvindo Cabral mais uma vez.

O contingente de amazonenses que receberá o décimo terceiro foi estimado em 897.484 mil, um 2% a menos que o número de trabalhadores que receberam 13º no ano anterior e o correspondente a 1,1% do total que terá acesso ao benefício no Brasil este ano. Em termos médios, o valor do 13º salário pago ao setor formal corresponde a R$ 2.822,75. E para a medição do impacto do pagamento do 13º salário, o Dieese não leva em conta autônomos, assalariados sem carteira ou trabalhadores com outras formas de inserção no mercado de trabalho que, eventualmente, recebem algum tipo de abono de fim de ano, uma vez que dados sobre esses proventos são de difícil mensuração.

Para chegar a estes valores, o Dieese levou em conta os dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), ambos do Ministério do Trabalho. Também foram usadas nos cálculos informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), realizada pelo IBGE, da Previdência Social e da Secretaria Nacional do Tesouro. Do montante a ser pago como 13º, perto R$ 132,7 bilhões, ou 66,2% do total, irão para os empregados formalizados; incluindo os trabalhadores domésticos.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL