Com reservas, Tite encara o Japão como jogo de Copa do Mundo

Vincent De Villiers
Novembro 10, 2017

O jogo amistoso serviu como o início da preparação da seleção brasileira para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. "Vamos ver como ele se sai, sempre respeitando o estilo de cada jogador", explicou o técnico Tite. Após cobrança de escanteio na investida inicial, Yoshida puxou Fernandinho dentro da área, o que, a princípio, foi ignorado pelo juiz Benoît Bastien. Parte da torcida nem mesmo entendeu por que a disputa havia parado, e a decisão do pênalti acabou resultando em uma comemoração pouco entusiasmada da torcida. É a primeira vez que vejo uma seleção brasileira tão aplicada na defesa.

Neymar, com extrema categoria, cobrou no canto esquerdo do goleiro Kawashima: 1 a 0 e festa dos comandados de Tite. Numa roubada de bola, o Brasil chegou ao terceiro gol em bela articulação que envolveu Giuliano, puxando o contra-ataque. Neymar cometeu uma falta, e a revisão apontou que o camisa 10 do Brasil deveria levar o cartão amarelo. Neymar, por sua vez, defendeu a seleção canarinho em 78 oportunidades desde 10 de agosto de 2010, quando estreou com um dos gols da vitória por 2 a 0 sobre os Estados Unidos. Aos 35, depois de um bom arranque, Giuliano encontrou Willian na área. Wiliam, que atuou como capitão, rolou para Danilo que cruzou nos pés de Gabriel Jesus que, aos 36 minutos, só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes. "Foram três gols no primeiro tempo e isso foi muito importante". Danilo entra no lugar de Daniel Alves, Fernandinho no de Renato Augusto, Giuliano no de Paulinho, Thiago Silva no de Marquinhos e Jemerson no de Miranda.

Brasil já entrou em campo com mudanças. E o Japão descontou aos 17, em uma falha de Jemerson. Makino ganhou de Jemerson por cima e cabeceou após cobrança de escanteio. A seleção terá agora uma nova oportunidade, na terça-feira, em Londres, quando enfrenta a Inglaterra, no estádio de Wembley.

Tite simula amistoso contra Japão como um jogo de Copa do Mundo
Alisson; Danilo , Thiago Silva, Jemerson e Marcelo; Casemiro, Fernandinho e Giuliano; Willian, Gabriel Jesus e Neymar. O amistoso contra o Japão nesta sexta-feira às 10h ( horário de Brasília ) atende à essa demanda de Tite.

Escalação do Japão: Kawashima, Hiroki Sakai, Yoshida, Makino e Nagatomo; Hasebe (Morioka), Yamaguchi e Ideguchi; Osako (Sugimoto), Haraguchi (Inui) e Kubo (Asano). Com a permissão para fazer até sete trocas, colocou Cássio, Alex Sandro, Renato Augusto, Taison, Douglas Costa e Diego Souza.

Os cerca de 20 mil torcedores que lotaram parcialmente o estádio do clube Lille não puderam vibrar com nenhuma outra jogada brilhante e o jogo terminou com o Brasil mantendo sua invencibilidade sobre a equipe japonesa.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL