Evra fora do Marselha e suspenso do futebol europeu até 2018

Vincent De Villiers
Novembro 10, 2017

"No entanto, nada justifica a atitude que tomou, sobretudo por parte de um jogador tão experiente, cuja postura no relvado e fora dele deve inspirar os mais jovens", pode ler-se na nota publicada pelo Marselha, justificativa da decisão de cessar o contrato com o jogador.

Em 02 de novembro, os adeptos e os jogadores do Marselha, no qual alinha o português Rolando, envolveram-se em agressões no relvado do Estádio D. Afonso Henriques antes do jogo para a Liga Europa de futebol entre a equipa francesa e o Vitória de Guimarães, que os vimaranenses viriam a vencer por 1-0. O jogador francês foi suspenso até 30 de junho de 2018 de qualquer competição organizada pela Uefa.

Inicialmente, o Marselha tinha suspendido o lateral indefinidamente. Evra foi enquadrado no artigo 15 do Regulamento Disciplinar da Uefa, que aborda a "má conduta" de atletas.

Câmara revoga dispositivo que atenua pena para jovens de 18 a 21
Força policial Dois dos projetos que podem ser analisados pela Câmara preveem regras para a atuação da polícia. Desde segunda, os deputados aprovaram dar regime de urgência a diversos projetos, e aprovaram muitos deles.

Aos 36 anos, Evra também é lateral da seleção francesa, teve passagem marcante pelo Manchester United e defendeu clubes de ponta da Europa, como Monaco e Juventus.

Ainda a respeito do encontro da Liga Europa, o Marselha foi multado num total de 25 mil euros na sequência da invasão de campo por parte de adeptos, da utilização de engenhos pirotécnicos e de danos causados no recinto.

Contudo, o próprio Vitória não escapa à esfera de acção da UEFA, sendo também condenado ao pagamento de cinco mil euros, por falhas no controlo de segurança na zona afecta aos "ultras" do Marselha.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL