Sob pressão, Temer diz que nova reforma ministerial é 'inevitável'

Patrice Gainsbourg
Novembro 10, 2017

O líder do PMDB no Senado, Raimundo Lira (PB), contou que o presidente Michel Temer defendeu a aprovação de pelo menos uma idade mínima para aposentadoria durante reunião com líderes partidários do Senado, nesta terça-feira, 7.

Ao ser indagado se acreditava que as trocas ministeriais poderiam acontecer antes de janeiro, o presidente respondeu: "Acho que não".

Presidente: Isto, eu saberei o tempo certo para fazer, o momento certo para fazer a reforma, não é?

Ao defender a aprovação da previdência, o presidente Temer citou que assim que o tema foi colocado de novo nas discussões, o mercado deu o alerta da sua importância.

Oi adia assembleia de credores para 7 de Dezembro
A Bratel, subsidiária da portuguesa Pharol, é acionista minoritária de referência com 22% das ações da Oi. As decisões foram classificadas por eles de abusivas e em conflito com os interesses da operadora.

Presidente: Eu reconheço que há pleitos e, sobremais, como muitos ministros vão deixar os seus cargos, é claro que a reforma será inevitável.

Sobre a reforma da Previdência Social, Temer disse nesta quinta estar "animado" porque a proposta tem o apoio dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE). Aliás, quando, logo no mesmo dia ou no dia seguinte, se fez o alerta de que ela iria continuar, a Bolsa voltou a subir e o dólar caiu.

Nas últimas semanas, partidos como PP, PR e PTB têm ameaçado impor derrotas ao Palácio do Planalto na reforma previdenciária caso o presidente não aumente o espaço deles na Esplanada dos Ministérios. Não há uma modificação em relação aos mais pobres. "Saberei o momento certo de fazê-la", disse o presidente nesta quinta, após ser questionado sobre a "forte pressão" de aliados para fazer a reforma ministerial. "O que há sim é uma quebra de privilégios que hoje não podem mais existir".

Presidente: Ah, vamos contando pouco a pouco os votos. É algo que, toda vez que você governa, elas estão sempre em cogitação.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL