CMJP faz ação para o 'Novembro Azul'

Oceane Deschanel
Novembro 11, 2017

O mês de novembro é marcado pelas ações do Novembro Azul, movimento mundial em prol da prevenção do câncer de próstata, o segundo tipo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele. É uma forma de trazer a informação, de tirar as dúvidas e aumentar as chances de um diagnóstico precoce. "Isso é muito importante porque faz um alerta a todos os homens que muitas vezes por timidez não procuram o médico".

Novembro é o mês dedicado ao combate ao câncer de próstata. Dados do Ministério da Saúde indicam que 14.484 homens morreram em decorrência da doença no país em 2015.

Esses dois exames devem ser realizados regularmente e, embora o segundo seja alvo de muito preconceito por parte dos homens, é o único que vai garantir que não existe risco de o paciente estar doente.

Receita libera consulta a restituição do imposto de renda de 2017
O contribuinte pode checar se terá a restituição liberada acessando ao site da Receita ou através do telefone 146, do Receitafone. Segundo a Receita, 2.358.433 contribuintes serão contemplados, totalizando mais de R$ 2,8 bilhões.

"A inclusão do 'Novembro Azul' no calendário oficial de eventos da Assembleia Legislativa tem relevante alcance social, e motiva ainda mais essa Casa a se engajar na luta contra essa doença, tanto contribuindo com campanhas educativas, como promovendo discussões e proposições que possam ajudar as pessoas acometidas com essa patologia a terem seus direitos respeitados, obterem mais qualidade de vida e terem acesso ao tratamento adequado", destacou o deputado, lembrando que os números do Instituto Nacional de Câncer (Inca) apontam que um em cada seis homens são acometidos de câncer de próstata e um em cada 36 morrerá da doença. O exame PSA, que é o de sangue, é importante também; porém, não tem a mesma efetividade do toque retal, pois, em muitos casos, não detecta o câncer. Há reuniões entre os homens com o cultivo de bigodes símbolo da campanha, onde são debatidas, além do câncer de próstata, outras doenças como o câncer nos testículos, depressão masculina, cultivo da saúde do homem, entre outros. Meu pai teve câncer de próstata e desde lá a gente vem sendo assistido.

Fazer os exames ao menos uma vez por ano não vai diminuir a masculinidade. Servidor efetivo do Estado e coordenador da urologia na SES, o médico alertou que essa é uma doença silenciosa e ressaltou a importância do exame preventivo. Negros ou aqueles com parentes em primeiro grau com câncer de próstata devem começar aos 45 anos. Se tratado no início, o tumor de câncer na próstata tem amplas possibilidades de cura, o que não acontece em relação aos diagnósticos tardios.

O cuidado que as mulheres têm com a própria saúde, e a importância que elas têm na vida do homem nesses casos foi lembrado pelo titular da SAD, Carlos Alberto de Assis.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL