Papa decide proibição de venda de cigarros a funcionários — Vaticano

Oceane Deschanel
Novembro 11, 2017

A medida valerá a partir de 2018. Francisco afirmou que a medida deve-se ao fato de que o uso do cigarro causa problemas de saúde.

Ceni é o novo técnico do Tricolor, mas do Cearense
Nesta sexta-feira (10), o ex-goleiro do São Paulo foi anunciado como novo técnico da equipe cearense para 2018. A participação na Copa do Brasil ainda depende do ranking da CBF.

"A Santa Sé não pode cooperar com uma prática que prejudica claramente a saúde das pessoas", justificou. O Vaticano, em 2002, já havia promulgado uma lei que proibia o fumo em locais públicos. O representante do Vaticano admite que a proibição vai acabar com uma fonte de receitas do Estado da Cidade do Vaticano, mas, para já, vai continuar a vender charutos. Por isso, o porta-voz admitiu que a venda de cigarros gera lucros, mas que "nenhum direito é legítimo se coloca em risco a vida humana".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL