Sismo de magnitude 7,3 faz pelo menos 30 mortos no Iraque

Patrice Gainsbourg
Novembro 13, 2017

Segundo o Centro Geológico dos Estados Unidos, o epicentro do tremor-de-terra aconteceu na região de As-Sulaymaniyah, na fronteira entre o Iraque e o Irão, a uma profundidade de 33,9 quilómetros, às 18h18, hora de Lisboa.

O anterior balanço nacional de vítimas dava conta de seis mortos, todos na província de Kermanshah. No Iraque, as autoridades falam em quatro mortes e 50 feridos.

Feras farão prova de ciências da natureza e matemática neste domingo — Enem
Os aparelhos terão de ser colocados em um porta-objetos com lacre, que deverá ficar embaixo da cadeira até o fim das provas. Para preencher a prova, leve apenas uma caneta de tinta preta revestida com material transparente.

A televisão estatal iraniana também anunciou a ocorrência do sismo e referiu que se verificaram danos em pelo menos oito aldeias. No Irão, há localidades sem electricidade, tendo sido enviadas para o local equipas de resgate. A agência de notícias do Kuwait confirmou que o abalo se fez sentir no país, mas com intensidade menor, entre 4 e 5 graus na escala de Richter. Centenas de pessoas ficaram feridas após o terramoto. O principal hospital do distrito estava gravemente danificado, forçando a transferência dos feridos para outras cidades.

O terramoto de intensidade 7,2 na escala de Richter sentiu-se também na cidade de Kirkuk, no Iraque danificando habitações e obrigando os habitantes a saírem dos edifícios. Em Bagdad houve quem julgasse tratar-se de uma explosão e os habitantes saíram para a rua.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL