Qualcomm rejeita proposta da Broadcom

Eloi Lecerf
Novembro 14, 2017

O conselho da Qualcomm, no entanto, diz que a oferta é baixa. Com o anúncio, as ações da Qualcomm subiram 1%, sendo comercializadas a US$ 65,25, enquanto as da Broadcom caíram 0,7%, sendo vendidas a US$ 263.

"Nenhuma empresa está melhor posicionada nos setores mobile, Internet das Coisas, automotivo, computação de ponta e rede dentro da indústria de semicondutores", justificou o diretor da Qualcomm Paul Jacobs, que também disse que os executivos da fabricante de chips consideraram o valor oferecido pela Broadcom muito baixo. A declaração mais clarifica que a proposta coloca algumas dúvidas a nível regulatório.

Polícia Federal abre operação para prender filho de Jorge Picciani
Em julho, Jacob Barata, Lélis Teixeira e mais de 11 pessoas envolvidas no esquema de corrupção, foram presas pela PF. O presidente da Assembleia Legislativa do Rio , Jorge Picciani (PMDB), foi intimado a depor.

A Qualcomm vive um período conturbado: ela está sendo atacada por Deus e o mundo, tendo a Apple como puxadora da escola Unidos do Processinho: uma série de denúncias por práticas desleais levou a maçã a abrir ações judiciais contra a companhia, ato que foi imitado por, que fora acompanhada por suas parceiras Foxconn, Wistron, Compal e Pegatron; a Qualcomm também já se desentendeu com a Samsung e foi condenada uma ou outra vez em casos isolados, sempre pelo mesmo motivo: ela estabelece contratos leoninos para ceder o uso de suas tecnologias, desde seus SoCs como outros componentes móveis, principalmente de modem onde ela domina o mercado praticamente sozinha. A questão que se levanta aqui é que existe a possibilidade dos administradores estarem sim receptivos a uma oferta mais avultada. Diversos especialistas da área tecnológica têm verbalizar a crença de que a aquisição da Qualcomm será altamente destrutiva para a empresa primeiro, e para toda a inovação do sector.

Recentemente a Qualcomm recebeu o que será considerada uma oferta milionária para a sua aquisição, por parte da Broadcom.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL