Suécia elimina Itália e se classifica para Copa; Buffon deixa seleção

Patrice Gainsbourg
Novembro 14, 2017

A Suécia venceu a partida de ida, na última sexta-feira, por 1 a 0, e precisa apenas de um empate para se classificar para a Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia.

Precisando fazer dois gols de diferença, os italianos foram para cima dos suecos.

A Itália, desta vez, se comportou como uma tetracampeã mundial.

Com 69 anos, Ventura foi contratado para substituir Antonio Conte após a boa campanha da Itália na Eurocopa de 2016, mas não convenceu em nenhum momento. Os anfitriões abusaram de bolas alçadas na área e não conseguiram se impor ao bom esquema defensivo dos visitantes.

Em visita à Catalunha, premiê da Espanha pede a empresas que fiquem
Rajoy convocou as eleições despois de ter destituído o governo separatista de Carles Puigdemont e de ter dissolvido o Parlamento. Durante a breve visita, Rajoy esteve acompanhado da ministra da Defesa, María Dolores de Cospedal.

Pouco depois, os visitantes reclamaram de um pênalti não marcado pela arbitragem.

O segundo tempo foi mais do que se viu na etapa inicial: os comandados de Giampiero Ventura tentando o ataque, mas não conseguindo chegar com contundência ao gol, enquanto a Suécia apostava na solidez defensiva e no contra-ataque.

Com isso, a Itália fez pressão total nos minutos finais, chegando a criar boas chances, com Parolo e El Shaarawy. Entre as seleções que já conquistaram a Copa, a Itália é a única que não está garantida no Mundial e corre um risco real de não ir à competição.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL