Tiroteio em São Gonçalo deixa mortos — RJ

Patrice Gainsbourg
Novembro 14, 2017

A polícia afirma que quatro mortos tinham passagem pela polícia, mas não disse ainda quem são eles. Em nota, a Polícia Civil informou que está investigando o caso. No entanto, os corpos das vítimas foram encontrados a cerca de três quilômetros do local onde acontecia o baile. A ação teria sido realizada pela Coordenadoria de Recursos Especiais (Core). Lima chegou a ser socorrido, mas morreu no Hospital Estadual Alberto Torres, também em São Gonçalo.

A Polícia Civil também vai ouvir os depoimentos dos agentes que participaram da ação e estuda realizar uma reprodução simulada no local.

"Os militares que participaram da ação estavam com os policiais da Core e estavam a bordo de três blindados, que foram usados na operação".

Por conta da lei que transfere para a Justiça Militar o julgamento de crimes contra a vida cometidos por homens das Forças Armadas em missões de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), sancionada pelo presidente Michel Temer no mês passado, a Polícia Civil não tem atribuição para investigar militares.

Trump chega às Filipinas para cúpula da Asean
Questionada sobre isto, a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, disse que o tópico foi mencionado brevemente durante a reunião. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi recebido com protestos em Manila, nas Filipinas, neste domingo (12).

Os soldados foram ouvidos nesta segunda-feira numa apuração do Exército.

O coronel Itamar disse que, quando as forças de segurança entraram na comunidade, já estava havendo um confronto. Foram apreendidos durante a operação um fuzil, sete pistolas, cinco carregadores, munições, rádios transmissores, drogas e celulares.

O porta-voz do Comando Militar do Leste, coronel Roberto Itamar, disse hoje (13) que o Exército não teve envolvimento com a morte de sete pessoas na comunidade do Salgueiro, em São Gonçalo, no último sábado (11).

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL