Michel Temer ignora críticas e diz que tem colaboração do Congresso

Eloi Lecerf
Novembro 16, 2017

O presidente Michel Temer aproveitou a celebração da Proclamação da República para dizer que seu governo respeita o Judiciário e o Legislativo, Poderes com os quais tem tido momentos conturbados. "Mesmo nós, o povo brasileiro, temos uma certa tendência para a centralização", disse o presidente em Itu, no interior de São Paulo. "Se não prestigiarmos certos princípios constitucionais, nossa tendência é caminhar para o autoritarismo e a centralização". Participaram 133 convencionais, sendo 78 cafeicultores e 55 de outras profissões, representando os republicanos de várias cidades paulistas.

Temer participou nesta quarta-feira da entrega de título de "Cidadão de Itu" ao empresário e amigo pessoal do presidente, José Eduardo Bandeira de Mello.

Ele citou os períodos ditatoriais do país de 1930, com Getúlio Vargas, e de 1964, com os militares. "A nossa Constituição, que refundou o Estado brasileiro, é categórica". As autoridades, somos autoridades constituídas. "O povo nos constitui como tais, e portanto, devemos ser sempre instrumento da vontade popular, porque exercemos mandatos meramente transitórios", destacou.

Estratégia de produto da Apple para 2018 revelada pela KGI
O iPhone X atual tem tela de 5,8 polegadas, o que sugere que o provável lançamento será a segunda geração desse modelo. Sua exibição será de menor resolução e, portanto, terá uma menor densidade de pixels do que seus irmãos.

Ao narrar os acontecimentos históricos do país, Temer relembrou a Convenção de Itu, e explicou a escolha da cidade como local para celebrar o Dia da Proclamação da República. [.] Também pela simbologia de aqui nós termos inaugurado uma fórmula que a rigor, deveria impedir aqueles movimentos centralizadores que se deram no histórico que eu fiz.

"O ideal seria que nunca tivéssemos essa centralização, o autoritarismo em certo momento que houve no passado", complementou o presidente.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL