Procon divulga lista de lojas para serem evitadas no Black Friday

Judith Bessette
Novembro 17, 2017

Com a aproximação da Black Friday, uma das datas mais aguardados pelo varejo nacional, o Procon de São Paulo atualizou a lista de lojas devem ser evitadas pelo consumidor na hora da compra on-line. Entre as reclamações, estão os fretes caros, produtos danificados e que divergem do anunciado.

Todas a lojas, aliás, já foram notificadas sobre os problemas e, mesmo assim, a maioria delas não oferece uma solução para o caso ou, simplesmente, não foram encontradas. Segundo o Procon-SP, a partir do levantamento, a instituição procura evitar que a população seja lesada e o tão sonhado desconto acabe se transformando em pesadelo. O dia de promoções em todo o Brasil acontece na próxima sexta-feira (24) e deve movimentar 2,5 bilhões de reais este ano, de acordo com dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

Após acusação de Carlinhos Aguiar, Mara Maravilha grava o Jogo dos Pontinhos
Segundo informações do jornalista Mauricio Stycer, o número de demissões na emissora pode chegar a 100 pessoas até o fim do ano. Na última semana, o ator Jean Paulo Campos, que viveu Cirilo em "Carrossel" também foi desligado do quadro de funcionários .

A gerente do Procon de Vitória, Herica Correa Souza, informa que, além do endereço do site, a lista ainda traz variadas informações, como a empresa ou pessoa responsável pela página, o respectivo CNPJ (ou CPF), sua situação - que pode estar classificada como "No ar" e "Fora do ar" (status do site no dia da inserção na lista) - e a data de inclusão.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL